segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

E agora Michel Temer e deste um golpe descaradamente; BH, 01101202016;

E agora Michel Temer e deste um golpe descaradamente
Covarde, traíste quem em ti confiou e sais de cena todo
Delatado, humilhado, enxovalhado; até o PIG, o
Partido da Imprensa Golpista, abandonou-te e o
Michelzinho e a Marcela, bela, recatada e do lar,
Sofrerão as consequências dum pai e marido palhaço;
Os pseudo jornalistas amestrados chapas brancas,
Não têm mais como defender-te da justiça demotucana
E a Polícia Federal do PSDB baterá à tua porta num
Breve amanhecer; e farás companhia ao Eduardo
Cunha, teu sócio, parceiro e comparsa; por mais que
Queiram blindar-te, no mais espúrio espírito de porco,
Não conseguirão, é muita sujeira e podridão, para
Serem jogadas no sótão, escondidas no porão,
Varridas para debaixo do tapete; a tua quadrilha
Desmoronou, o teu governo golpista e propineiro
Esfarelou-se e estás próximo dum fim melancólico
Mas, merecido e em pouco tempo, chegarás
Também ao ostracismo reservado aos pequenos; e os
Que lembrarão de ti, só terão na memória, os teus
Atos de anão, tua covardia exasperante, tem medo
Mórbido; acostumado a comprar e a vender caráter,
Personalidade, honra e por ser sem-vergonha, hei de
Ver-te com algemas nos finos pulsos e de rabo entre
As pernas detrás das grades, desgraçado, miserável,
Abominavelmente abominado pelo povo trabalhador
Brasileiro e nem a renúncia te salvará da execração
Pública; e na solitária solidão da tua cela fria, terás
Tempo de consultar ao teu coração ateu, se a tua
Vida de golpista e propineiro valeu a pena.

Nenhum comentário:

Postar um comentário