quinta-feira, 28 de fevereiro de 2019

Podem roubar meus temas e podem roubar; BH, 01301202010.



Podem roubar meus temas e podem roubar
Meus lemas e minha inspiração
Deus está mais para dar do que o diabo
Para carregar e podem roubar minhas bandeiras
Meus slogans e meus logo-tipos o meu dom
É o meu pastor e nada me faltará e
Podem deixar levar minhas músicas
E sei cantar minhas canções cantigas
Hinos e cânticos sou cantor e tenho boa
Imaginação e de cada pétala das
Flores tiro minha comida e de fome
Não morre o meu coração e sou uma 
Agência de publicidade um marqueteiro
Renomado elejo e reelejo as poesias de
Minha vida em qualquer cargo almejado
Podem usar a contra-informação e fazer
O bloqueio midiático com censura
E tudo mais e não sou Lula mas
Sou um líder popular e o meu destino
É saber onde quero chegar podem roubar
Tento uma tento duas e tento três e terão
Que me engolir como diz o Zagallo
Não saio do meio e deixa o galo
Cantar a anunciar a madrugada e a
Galinha cacarejar que algum ovo esteja
Por aí vou fazer uma omelete e 
Vão rir podem roubar meus versos
E minha poesia e podem agredir
Amanhã é dia de graça e uma
Simples garça é o essencial para
Quem é poeta o inferno é divinal.

Preciso de um vampiro para beber meu Sangue; BH, 01301202010; Publicado: BH, 01501202010.

Preciso de um vampiro para beber meu Sangue
E meu sangue não é azul mas é um sangue doce
E mais doce do que o doce de batata doce e 
Preciso de um vampiro sedento e meu sangue
Está para ferver e entrar em ebulição e do
Do jeito que vai vou explodir pois minhas veias
Estão velhas e não estão abertas para ele fluir
E é um sangue real que precisa de uma 
Hemorragia mas não é nobre e nem tem 
Nobreza e se finge de venoso e é arterial e
Não vai fazer mal e sou sangue bom
Doador universal e tenho o alfabeto
Nas veias e posso doar até para XZ
E não haverá incompatibilidade e o
Meu sangue acabará com a ruindade
Preciso de um vampiro beleza o meu
Sangue não pode ir para o esgoto
E nem para fazer pacto com satanás
Meu sangue satisfaz pode arar a terra
E tingir o rio e uma gota dele 
É fundamental e o deserto do
Saara virará um florestal e sangue
Sagrado abençoado por Jesus Cristo
Fez um menino tão puro que
Fica num quarto seguro e não
Tem medo da luz e nunca
Vi tanta pureza num único
Olhar e passa noite e dia e ele
Quer me seduzir ai menino de olhar
Tão branco seja um deus neste meu canto.

Para barrar José Serra e o PSDB; BH, 01301002010; Publicado: BH, 01601202010.

Divino Espírito Santo de Deus o que
É que preciso fazer para barrar a
Vitória do José Serra e do famigerado 
PSDB? dá-me segurança e diga-me 
Com toda firmeza o que é que devo fazer
Para barrar a vitória de José Serra e do
Nefasto PSDB? sinto e não sei se é
Verdade ou mentira que ele está em
Condições de ganhar e para o bem do
Brasil não deixa que ele vença e confirma
E assegura a vitória da Dilma por boa
Diferença e pela campanha sórdida e
Mentirosa e rasteira que ela tem sofrido
Pelo bem da mulher brasileira determina
Com o teu poder a vitória dela para que
Eu pare de sofrer e ter intranquilidade
A coisa que mais abomino é o PSDB
E a hipocrisia dos seus militantes e a coisa
Que tenho mais ojeriza é ao PSDB
E a seus políticos e para mim seria uma
Infelicidade se eles saírem vitoriosos
Nesta eleição presidencial e Divino Espírito
Santo de Deus que nunca me deixou na
Mão e nunca saiu do meu coração traga-me
Através de tua santa mão a vitória da Dilma
Nesta difícil eleição amém.

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

Padres pedófilos e papa pedófilo da igreja católica; BH, 01601202010; Publicado: BH, 01601202010.

Padres pedófilos e papa pedófilo da igreja católica
Arruinada a perder seguidores e a Deus e o
Adeus dos fieis santos escrotos beatificados
Canonizados por representante mor do
Senhor feudal santas estúpidas beatificadas
Canonizadas pelo chefe supremo da inquisição
Igreja católica é união de banco e patrão
Político ladrão jornal venal e televisão
Aí está a religião de legião vende a salvação
Indulgência vende o céu simonias vende a solução
Todo mundo sem pecado e hipocrisia
Todo mundo limpo sem sujeira e corrupção
Dessa maneira Deus entrará em extinção
Pelas igrejas não terá mais pecadores
Todos beatificados e canonizados todos
Santos e ninguém mais a ser perdoado
Deus então ficará sem função já que
Depois de criar o universo a função
Dele era perdoar pecados com isso
A igreja quer acabar com Deus e deificar o
Papa que é chamado de santo padre
Deixou de ser homem? e quando ele
Estiver com diarreia? e quando estiver
Com a urina solta? terá que usar fraldão?
Que situação para um homem que
Beatifica e canoniza aos outros? que o
Vaticano entre pelo cano com seus bancos
E seu ouro aves de maus agouros
Abutres exploradores das misérias e das
Pobrezas humanas aves de rapina
Ajuntam tesouros com o empobrecimento
Do povo vade retro afasteis-se de mim.

Quantas vezes dentro do sono desenhei teu rosto; BH, 01601202010; Publicado:BH, 01601202010.

Quantas vezes dentro do sono desenhei teu rosto
Branco no rosto branco do luar sem sonhar
Quantas vezes quando as brisas voltam
Do mar quando é no mar manhã
Desenhei teu rosto branco no rosto do sol
Meu menino de ouro mais branco do
Que a cal quero dormir em teus braços
Num abraço entrelaçado que seja
Um nó cego que sejamos um apêndice
Siameses e que um não consiga
Ir embora do outro nunca que
Ao morrer morramos os dois que
Ao viver vivamos os dois quantas
Vezes te vi chorar com essas lágrimas
Límpidas quis bebê-las mas o meu
Coração dilacerado embargava minha
Sede quantas vezes menino quis fazer
Um milagre mas milagres não existem
E o único milagre em minha vida
Foste tu não posso te fazer feliz mas
Conformo com a minha infelicidade
Quando ficas indignado e urras
E já sou um urso há muito tempo
Estou entocado nas cavernas a esconder-me
Dos caçadores de peles quantas vezes menino
E quis contar uma história bater um
Papo beber umas cervejas sem ser tão
Privado deixe-me enxugar teus olhos
Marejados força esteja em mim estarei
Em ti respiremos juntos soframos
Tenhamos consciência de que nada mais 
Nos falta o nosso futuro está perdido neste 
Nó górdio da forca que intrigou Alexandre.

O pior e mais pesado; RJ, 0240401997; Publicado: BH, 0130102013.

O pior e mais pesado
Fardo que um homem
Tem que carregar
É o próprio medo
Como sai caro
A presença do medo
Exibida em um homem
E é o maior obstáculo
E o mais difícil abismo
Que ele não consegue transpor
Pois se um homem com medo
Não tem valor algum
Não existe nada na natureza
Que é capaz de mudar
Sua personalidade doentia
De um homem medroso e covarde
Um homem sem ação
Sem perspectiva e determinação
É a maior tristeza
Que tem que carregar
Um medo sem fim
Um medo sem motivo
A falta de controle
A covardia à flor da pele
E o pior de tudo é 
Que o homem com medo
Custa a morrer
Demora a morrer
E então sofre mais
Vive um inferno
No completo interior
Quando tenta superar a fraqueza.

Luz de noção e razão de amor e paz; RJ, 090100901982; Publicado: BH, 0130102013.

Luz de noção e razão de amor e paz
Não deixa Senhor que fique vazio
Oco vácuo por dentro preencha-me  
E habita em mim transporta o Divino
Espírito Santo para o meu ser e
Descarrega sobre mim toda a tua luz
Deus e mais nada e só quero Deus e
Mais nada Senhor e que seja feita
Somente a tua vontade só a tua
Vontade outra vontade que não seja
A tua não me interessa antes que 
Esqueça-me afasta logo de mim a ira
A raiva o ódio o medo e a covardia a
Angústia e a agonia a ansiedade e o
Pânico e o rancor a inveja e a vingança
E faça com que seja um servo do
Senhor graças Te dou ó pai muito
Obrigado meu Senhor por mais um dia
De trabalho mais um dia de luta mais
Um dia de labor Tu tens me guardado 
E fico muito grato a Ti prepara-me para
Uma velhice tranquila dá-me lucidez e
Ânimo e não deixa que a preguiça tome
Conta de mim quero começar a sentir os
Efeitos da Tua ação sobre a terra quero
Começar a sentir os trabalhos da Tua mão
O mais rápido possível descarrega sobre
Mim toda a Tua ira descarrega sobre mim
Toda a energia que o Senhor concentra
Tinha ficado um pouco aborrecido com o
Senhor pelo o que aconteceu com o João
Do Pulo depois voltei atrás e desisti da
Ideia afinal o Senhor é Deus e sabe muito
Bem o que faz se aconteceu tudo isso com
Ele é por que alguma coisa o Senhor guarda
Para ele no futuro ele apenas perdeu a perna
Não perdeu a vida e de acordo com os planos
Do Senhor ele deve ter ganhado muita coisa
Senhor tudo que acontece comigo é obra Tua
Não sou o que quero e nem sou o que decido
Não sou o que sei e nem sou o que faço a
Vontade não é minha nada depende de mim só
O Senhor dirige e planeja a minha vida o que o
Senhor pensar melhor para mim está muito bem
E o que o Senhor pensar que deve ser feito
Estará feito e a minha vida é o Senhor e o meu 
Tudo e o meu todo e o Senhor é o meu amor.

Às vezes perco a memória e às vezes esqueço; RJ, 0100901982; Publicado: BH, 0130102013.

Às vezes perco a memória e às vezes esqueço
Das coisas e às vezes parece que sofro de 
Amnésia e meu bom Deus fortaleça a minha 
Mente e clareia as minhas ideias e enriquece
Meu íntimo e coordena meus pensamentos e 
Esclarece as minhas dúvidas desperta meu
Raciocínio restabelece a minha memória e 
Ilumina o meu espírito e cria em mim u
Coração puro de um ser renovado e às
Vezes fico a querer entender a minha
Fé e tenho fé? o que é a fé? o que é a
Minha fé? tu tens fé? tu tens fé em
Deus? o que é que a tua fé é capaz de
Fazer? tu tens a mesma fé do cego de Jericó?
Como age um homem de fé? qual o
Caminho do homem na fé? posso ter
Dúvidas ao ter fé? Senhor grito do fundo
Das minhas entranhas e grito das raízes
Do meu coração e mostra-me como está a
Minha fé Contigo e aumenta a minha
Fé e não deixas Senhor que venha
Decepcioná-lo e o que devo fazer pela fé?
Como posso conseguir a fé? e quero ter fé
E preciso da fé e preciso da regra e da conduta
E da fé no Senhor e não quero dizer
E penso e tenho dúvidas e não sei o que 
Quero dizer é sim e tenho fé em Deus
E tenho provas de que Deus me ama e a
Minha fé me sustenta e salva e a minha
Fé me mantém sempre na presença
De Deus que maravilha e sou um homem
Feliz e vivo sem preocupação e sem ilusão
E sem pessimismo e vivo sem medo
E sem problema Deus cuida de mim Deus
Guarda-me e me faz ver e entender as
Coisas Deus me dá lucidez e inteligência
Sabedoria e conhecimento e preparo mental
Para uma vida espiritual pura e sadia
E quero aprender a orar e quero descobrir o
Segredo da força e do poder da oração e
Quero descobrir o caminho da fé e do amor e da
Paz e quero orar e orar a meu Deus e Senhor e 
Quero orar e agradecer ao meu Criador 
E quero dizer ao mundo do que é
Capaz uma pequena oração e quero dizer
Ao mundo o poder e a força de uma oração.

terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

Hoje o dia está diferente; RJ, 0280501997; Publicado: BH, 0130102013.

Hoje o dia está diferente
Está meio frio
E a querer chover
Um dia meio triste
Como se um coração
De repente parasse de bater
A deixar um peito vazio
A deixar no ar a sensação
Que é dia de finado
Clima de cemitério
Com defuntos espalhados
Por todas as partes
É muita assombração
Para um dia só
E não adianta mais
Rezar e orar a Deus
Não adianta mais
Esperar o sol brilhar
E a luz nascer de novo
A parir claridades
Nos peitos escuros
Nos corações arrancados
Sem transplante e anestesia
Sem pontos e sem suturas
Meu peito é só tempestade
Meu peito é só deserto
Tempestade de areia
Vazio de tudo
Sozinho e solitário
Peito ordinário
Que nem coração
Abriga mais.

Simples oração ao meu irmão e ores a Deus e busques a Deus; RJ, 0100901982; Publicado: BH, 0130102013.

Simples oração ao meu irmão e ores a Deus e busques a Deus 
Constantemente e se tu queres saber o que pode uma oração
E vou dizer-te e a oração evita a guerra e restabelece a paz e 
Protege cura fortalece a fé e traz o amor e a união e a oração
É fundamental a oração cura afasta as doenças afasta o mal
E evita os acidentes e os incidentes as armadilhas e as 
Traições e a oração fortalece a mente nos faz conversar com 
Deus nos liberta da angústia da ansiedade do desespero e 
Do medo e a oração afasta o ódio a raiva a ira o rancor a 
Vingança a soberba a inveja e a dor e a oração traz a 
Solução traz a calma a serenidade a tranquilidade a 
Segurança a felicidade a alegria e repõe a energia e quero 
Aprender a orar e a oração alimenta modifica o ser 
Desobstrui a alma purifica o espírito e afasta todas a
Possibilidades de aborrecimentos a Deus nosso  Senhor e 
A oração é o diálogo do homem com o Senhor é a troca de 
Ideias entre o homem e Deus e um homem sem oração é 
Um homem sem Deus e a oração dá poder glória e 
Eternidade a oração é a verdade o caminho a saída e a 
Realidade a oração é a vida a sinceridade a coragem e o 
Temor a Deus e a oração afasta a falsidade a mentira a 
Preguiça a hipocrisia a blasfêmia o perigo a morte 
Constante e a insegurança e a oração afasta a fraqueza
A incerteza a dúvida a falta de fé e de paixão a Cristo 
Jesus e preciso entender o valor de uma oração e preciso 
Entender o que é uma oração e a oração acaba com o 
Orgulho com o desânimo com a derrota com a impotência
Com a incapacidade com a tolice com a estultícia com a 
Burrice com a banalidade com a vulgaridade com a falta 
De determinação e de personalidade e oração une reúne
Aproxima cria a irmandade sustenta a humanidade quebra 
Os tabus acaba com os preconceitos com os dogmas com 
Os complexos com a discriminação e o desequilíbrio social
E a oração ajuda na criação do homem moderno e do mundo.

A partir de hoje; RJ, 0280501997; Publicado: BH, 0130102013.

A partir de hoje
Vou fazer tudo com a mão esquerda
Vou mudar de lado
Passar a pensar com o 
Hemisfério esquerdo do cérebro
Vou chutar com a perna esquerda
Levantar todo dia com o pé esquerdo
Agir como pessoa canhota
Não quero mais saber
Da minha mão destra
Agora sou esquerda
Agora sou canhoto
Quero ver se agora
As cisas vão melhorar
Se não consigo mudar de hábito
Mudo pelo menos de mão
Agora sou contramão
Pois a partir de hoje
Tudo que fizer
Tudo que agir
Vai ser como uma pessoa
Canhota e esquerda
Agora não quero mais saber
Da minha mão direita
Até para me masturbar
Só com a mão esquerda
Nunca fui nada até agora
Vamos ver se daqui adiante
Eu seja alguma coisa
Este é o primeiro poema
Feito com a mão esquerda.

Ao meu irmão Llewellyn Davies Antônio Medina; BH, 0140402002; Publicado: BH, 16/12/2010.

Ao meu irmão Llewellyn Davies Antônio
Medina: este manuscrito que faço a ti não se
Transformará em nenhuma obra-prima e não terá
O legado de uma obra de arte ou de um clássico
Da literatura universal e muito menos terá a
Importância dos Manuscritos do Mar Morto porém
É um manuscrito que tiro das profundezas do meu
Coração e afasto com veemência o parturiunt montes
Nascetur ridiculus mus estão em dores de parto as
Montanhas e nascerá um ridículo rato e não deixarei
Que a maldição que Homero dizia dos escritores
Que faziam grandes alardes da obra que iriam
Publicar e afinal não passava o livro de um rato
Ridículo vingue e quero ficar distante desta máxima que
Aplica-se ainda hoje a todos os medíocres da literatura e
Tenho horror à mediocridade à falta de assunto
À ausência de cultura e para alguém da tua
Altura quanto mais pauca sed bona melhor
Para fugir do enfadonho e do piegas e para
Revigorar e usar o escrito elastério e a força elástica
Da palavra e a elasticidade das letras e compor a
Reação e compor a energia para resgatar a poesia e
Produzir um poema élate tal o gênero de palmeiras
Muito semelhante ao das que produzem tâmaras ser
Um ente de luz própria um elaterídeo da espécime dos
Elaterídeos família dos Coleópteros a que pertence
O pirilampo e ser um eleata natural de Eléia Grécia
E da escola filosófica que é o que falta para se ser
Aquilo que eleva o peso eretor elevador da moral e
Elator da razão e da virtude e do valor que
Cada um carrega dentro de si um bem só
Proveniente originário da alma emanante do
Espírito igual ao emanacionismo a doutrina gnóstica
Que ensina a criação dos anjos e dos homens por iguais
Emanações de Deus que servirá para emalhetar a
Ignorância reunir os defeitos como se fossem tábuas
Imprestáveis por malhetes e ensamblar e fazer o travamento
Da covardia a ensamblagem do medo e não deixar
Transparecer por emalhetamento de madeiras por malhetes
Este enredar não é feito em papiro e nem em pele
De carneiro defende mais do que semelhar protege
Mais do que prender ou cobrir com armadura de
Malha e serve mais para colher do que para perder
Os frutos e é este o meu melhor elixir e o mais
Saboroso xarope de alcoolato e a minha bebida mais
Deliciosa e é o que tenho para oferecer e o que há
De melhor em mim e a minha pedra filosofal e
Venho do árabe al iksir e sou a matéria com que
Pretendo transformar todo e qualquer metal que
Há dentro de mim em ouro e se não der
Mano velho não pretendo emalar meu sonho
Não quero meter na mala a realidade e guardar
E arrumar um luga a um canto ou um sótão ou um
Porão para esconder o que sai do meu coração e 
Teu pai está no CTI e meu pai está no CTI e 
Nosso pai está no CTI e está sozinho e tu
Estás sozinho e nós estamos sozinhos no universo
E isso dói demais e expulsar a dor é difícil e 
Fazer sair o sofrimento e aliviar a infelicidade
Não conseguiremos nunca pois nada irá mudar
O nosso mundo e sinto-me aliciado pelas coisas ruins
Atraído pelo mal e vejo-me elícito só pelo que
Não presta e desde rapazelho e dos tempos em que
Aprendia no grupo e escrevia em folhelho
Caderno feito em papel de embrulhar pão e gostaria
De poder fugir de tudo que é depreciativo e 
Gostaria de galgar mais alto e me livrar
Do sufixo diminutivo mas não sou um elfo
Não posso voar e não sou um gênio aéreo da mitologia
Escandinava e estou mais para ovelha uma abelha
Sem colmeia e meu destino é a elfa a cova para 
Plantar bacelo já que meu pensamento elevatório
Minha busca pela elevação não me resgatará mais e
Não me depositará no eliseu na mansão dos heróis
E dos justos depois da morte e não desfrutarei os
Campos Elísios e nem o lugar ocupado pelos homens
Virtuosos o elísio segundo a religião greco-latina 
E sei que a culpa é só minha e sou o elo
Formador de substantivos que indicam diminuição
A ideia que já desapareceu de algumas palavras
Meu castelo é de areia poeira e pó e gostaria de
Neste elóquio ser elucidativo e explicativo na fala e 
Esclarecedor no discurso e destreza de expressão mas
Não sei evitar com agilidade o embaraço da voz e
Nem eludir o enrolamento da língua quando
Ela se prende no céu da boca e nos emudece e
Aí aumenta o afastamento peco-me no alongamento
Cada vez maior da distância de um ponto qualquer
Em movimento vibratório ao ponto de origem
E nem tenho conhecimento preciso da elongação e
Distância angular entre um planeta e o sol
Ao ser o vértice do ângulo no olho do observador e 
Este é o emboçamento da obra que pretendo começar
É o ato de prender uma às outras as palavras com
Argamassa as telhas no acafelamento e rebocamento
Emblemático teor simbólico emblema de emboava
Que entrava no sertão em busca de minas de ouro
E de pedras preciosas com embirra com teima
Antipatia do medo e aversão à covardia e quero
Superar ainda a impostura que quer me caracterizar
Banir o engodo e repelir o embuste e desprezar o
Embeleco intriga a falta de referência e salvar
O embelezador deste manuscrito que nem mesmo eu
Sei o que é espero um dia descobrir ser a causa
Deste aformoseador e o criador deste alindamento
Que se não engrandecer-me de uma
Coisa eu tenho mais do que certeza irá
Engrandecer muito mais a ti que és o dono dele.

domingo, 24 de fevereiro de 2019

Alguém aí para ensinar-me a sensibilizar-me e a compadecer; BH, 028012030102002; Publicado: BH, 0601202010.

Alguém aí para ensinar-me a sensibilizar-me e a compadecer 
Tanto da natureza quanto da raça humana e quero tornar-me 
Terno e assim enternecer com as coisas até com aquele que 
De tanto comer sofre de enterite a inflamação no intestino e 
Distúrbio entérico de tanta comida pois não tem o ajuste e 
Nem a combinação e a opinião é vazia e ambígua e a razão
É desconhecida e nem tem o juízo e morre sem compreensão
E perdido sem entendimento é para esse que almejo levar o 
Tino entendido e o senso sabido e o teor do compreendido e 
Do sabedor e o dom do conhecedor e até com aquela pessoa 
Que constante ou esporadicamente tem relações sexuais com 
Outra do mesmo sexo e busco um parecer mas não para 
Aparecer e ara estar de acordo com o regimento do universo e
Para ter prática e aptidão e conhecimento de alguma coisa e 
Aprender a interpretar e aprender a perceber e a apreender e
Compreender tudo e possuir todo entender e ser aquele que 
Entende e o entendedor sem enfastiar-se ou aborrecer-se
Por ensinar ou entediar-se por tirar alguém das sombras e 
Meu enteado é meu ente e não um indivíduo em relação a
Seu padrasto ou madrasta mas meu ser minha coisa e meu tudo 
Que existe em mim do amanhecer ao ocaso e do início do dia ao 
Aproximar-se da noite e então ao entardecer e ao fazer-se tarde
E nada indica mais surpresa ou espanto e tudo serve para 
Encorajar e nesse caso é o nosso caso e desde naquela ocasião
E do começo naquele tempo nesse então contudo continuo a tentar
Sem ter contado encontrar mas todavia e apesar da dúvida e a 
Procurar contínuo neste meio tempo entrementes peça em que há 
Figuras entalhadas ou entretanto a gravura e a escultura em 
Madeira não sou eu em carne e osso e em nervo e tutano ou 
Medula e entranhas e entanto o entalhe é a imagem e só para 
Entalhar e esculpir em madeira o metal e o espírito alma cerebral
Gravar com entalhadura e resistir no entalhamento o Entalhador 
Do universo que fez a obra numa talha e o uivo de dor da vergonha 
Faz-me engasgar e serviu para meter-me em dificuldade e não 
Soube me salvar dos embaraços e vivo como quem vive a 
Meter-se em talas e a se entalar num engasgo e não saio dos 
Apuros e padeço no aperto no embaraço e meu processo é o 
De entaladela e minha fala é entalada e escondo-me de medo 
Entre as taipas e quero cobrir de taipa a minha covardia que não
Deixa-me iniciar uma conversa ou um negócio é o entaipar das 
Trevas ocultas mas não quero dispor destas forças e quero
Ordenar minha vida e pôr em ordem meu mundo e entabular 
Assim uma questão de evolução e inteligência e sabedoria e 
Basta de entabuar a liberdade e de guarnecer com tábuas o 
Corpo livre solto leve liberto de cobertura de tábua, do 
Entabuamento fúnebre e do féretro funesto da lápide aqui jaz
E de silêncio de ensurdecer de ensurdecimento de cemitério
E chega a atordoar a tornar um ente surdo mesmo que esteja 
Vivo ou morto batido pelo sol cadáver ensolarado enrolado em 
Lençol corpo confuso defunto complicado que nem assim 
Deixa de enrolar e não quer apodrecer e parece que foi 
Embalsamado e quer ficar conservado igual múmia de faraó
E dentro do sarcófago também ensurdecedor então choro de 
Ensopar os ossos e de encharcar os nervos e de embeber em
Líquido o tutano como cozinhar em molho a medula e deixar 
Ficar molhado o miolo o cérebro e então ensopado muito e 
Guisado na febre que aumenta o ensombrar e no cobrir de 
Sombras a fronte num entristecer de morte acabou-se assim
O soberbo e o ensoberbecer-se do vaidoso foi o seu castigo
E não recebeu adestramento em vida e não sofreu transmissão 
De conhecimentos pela ação e efeito de ensinar ignorante e 
Ninguém quer matar a ignorância com o ensino indicar a luz e
Mostrar o caminho adestrar educar ensinar instruir dar ensino
As almas fogem fantasmagóricas dessas tarefas tenebrosas.