quinta-feira, 18 de maio de 2017

Estou azombado comigo e preocupado e apreensivo com a minha situação; BH, 0290702000; Publicado: BH, 01001102015.

Estou azombado comigo mesmo e preocupado e apreensivo com a minha situação 
Que, é desesperadora; estou desempregado e aos quarenta e cinco anos, quem
Paga o aluguel é o meu pai, um aposentado que ganha mil e quinhentos reais; 
Gostaria de desaparecer como uma azoospermia, como a ausência de espermatozoides
No sêmen; e estou tonto e azoratado, tenho três filhos e o pagamento da luz me
Deixa atordoado, o pagamento da água me transforma num doidivanas, num
Azoretado enfurecido; e é o que me faz ainda mais azoratar meu comportamento
E me entontecer sem encontrar solução, me desnortear sem resposta e atordoar
Os outros e azoratar pelas ruas e voltar à casa no fim do dia de mãos a abanar;
Só uma azorragada bem dada me salva, só um golpe mortal de azorrague para me
Tirar de tal estado, quero o meu azorramento pelo governo em praça pública e antes
De morrer, quero azorrar, arrostar pesadamente, olhar por olhar de cada membro
Desta sociedade que, não sabe ser solidária, não sabe diminuir o sofrimento,
Desconcentrar a renda e fazer uma distribuição justa, a começar com o governo e 
Seu salário de medo e de vergonha; esse governo azucrim que, mais parece uma 
Entidade diabólica e molesta, comandado por um indivíduo importuno e apoquentador,
Que só me traz, pelo menos a mim, nojo, horror e terror; é um governo azongado para
Os seus, vivo para a elite, muito esperto e finório para a burguesia; quanto ao povo, o
Tal governos só sabe deixar inquieto, irritadiço e colérico com os rumos da nação e a
Entregação geral; com esse governo não dá para azongar, misturou com fedeu, não
Se tornou fino; e só sabe desassossegar a tranquilidade do cidadão, parece uma
Azoturia, presenças de substâncias azotadas na urina, uma excreção excessiva pela urina,
De substâncias azotadas, de teores azotúricos e que têm a designação genérica dos sais
Do ácido azotoso, o nitrato e o azotêmico da azotemia não proteica no sangue,
Particularmente a ureia e o aumento dessas substâncias no sangue, ou estado mórbido
Decorrente desse aumento; e ao azotar isto tudo, misturar e combinar o azotato na genérica dos
Sais e esteres do ácido azótico e cheguei ao b, a segunda letra do alfabeto e penso que todos
Somos a baba, a saliva abundante, a gosma, a secreção bucal de certos animais que, esse
Governo faz da gente; perdemos a babá, a ama-seca e para os membros do congresso, da 
Câmara e dos ministérios, não passamos de babacas, seres bobocas, bobalhões explorados como 
Babaçu, da palmeira oleaginosa, nativa no babaçual, o bosque de babaçus e a nossa vida não é como 
A baba-de-moça, a espécie de doce em calda; nossa vida é um babado, uma faixa de pano, ou de 
Outro material pregueado; é uma granzida, um disse-me-disse, a verdadeira fofoca que não nos
Deixa estar com melhores salários; ou ficar em melhores condições de vida ou apaixonar-nos pelos
Seres mandatários de Brasília e as mazelas que acontecem lá; só um babador, um resguardo de 
Pano que se pendura ao pescoço das crianças para evitar que a baba ou a comida sujem a roupa
Delas; enquanto o povo continuar babão, muito bobão e tolo e na época da eleição votar todo 
Mundo neles, pois não passamos de babaquaras, de pessoas ingênuas caipira e todos os nossos
Atos para eles não passam de babaquices, comportamentos de bobices, pois na verdade as
Trapalhadas deles só nos fazem babar, expelir babas mesmo e nos impedir de gostarmos
Muito de governo tão ruim assim, não dá para estar apaixonado; e o que quero ver é o babau,
O acabou-se o que era doce, acabou-se a babel, a balbúrdia com o dinheiro público, a 
Confusão dos desvios de verbas, as contas nos estrangeiros; o efeito babélico, o desarrumado
Em que ficará o país, o povo confuso e sem direção com tamanha baboseira, tolice
Governamental; tanta bobagem que até parece uma babosa, uma planta aloés oficial,
Amargosa abençoada pelo congresso nacional amargoso de apertar igual antúrio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário