sábado, 1 de junho de 2019

Que estrago fiz em minha cabeça e foi uma total deterioração; BH, 0110602001; Publicado: BH, 01º0602019.

Que estrago fiz em minha cabeça e foi uma total deterioração
E levei muito prejuízo e causei destruição e desperdício com
Tal esbanjamento e que agora só lamento não ter nenhum 
Tostão e só soube estragar e fazer deteriorar e desperdiçar e
Destruir e viciar meu ser e arruinar a minha história e corromper
Minh'alma e danificar o meu espírito e depravar tudo em mim e
Não servir nem para estragão a planta aromática e bem 
Condimentícia e hoje choro por despedaçar-me sem nada nas
Mãos ou ao esfrangalhar-me ou ao estrafegar-me pelas ruas 
Coberto de andrajos e já não tenho nem a parte da cama sobre
A qual assenta-se o colchão e estou abaixo da plataforma 
Levantada a pouca altura do assoalho ou do chão e perdi o 
Estrado e não sou mais o bom cavalo que tem a boa marcha 
E o que anda sempre fora de casa o estradeiro por obrigação 
Do destino que jogou-me na estrada e para o caminho fora das
Áreas urbanas e longe do trânsito de pessoas e animais e veículos
E é um caminho sem direção e sem sentido e sem meio de se 
Alcançar um fim e é uma estrada de ferro e que se dispõe de 
Trilhos e exclusiva para trânsito de composições ferroviárias e 
Foi aberta em cima das minhas costas para despedaçar a minha
Coluna vertebral e aumentar o estrabismo e a deficiência que 
Consiste na falta de coordenação dos eixos quando um olho 
Forma posição em relação ao outro e leão atacado e vesgo e 
Indivíduo estrábico que agora quer frear a ação própria de 
Pessoa estouvada e que perder a qualidade de que é estouvado
E quer banir o estouvamento e a alcunha de imprudente e o vulgo
De estabanado e estoutro pode dizer que o que faço é um estouro
E tem ruído de coisa que rebenta e tem estampido e explosão e 
Pode gerar representação súbita e violenta e como o estourar da 
Boiada e a marcha incontida do rebanho da multidão e alguém 
Pode querer ralhar em altos brados e enfurecer-se contra mim e
Rebentar os meus cornos e explodir meus miolos e fazer estourada 
Com estrondo de muitos estouros e dar-me um golpe de morte se
De sorte não espero e sou oposição ao modelo do neoliberalismo
E sou dificuldade para o fisiologismo dos falsos políticos e embaraço
Para a burguesia e estorvo para a elite e quero tolher a liberdade de
Movimentos dos corruptos e dos corruptores e dos corrompidos e 
Da corrupção e dificulta a mordomia e estorvar a mamata e ser 
Estorvante com a maracutaia e ser o que estorva-se contra o 
Entreguismo e apela para todo estorvamento contra os párias e os 
Parasitas que nada fazem para salvar a nação das garras dos abutres
E só querem estorroar o erário público e esterroar as riquezas do  
País e mandar os lucros para os paraísos fiscais e são os roubos que 
Não têm estornos e são coisas que não têm mais retificações dos 
Erros cometidos e como no lançamento duma parcela em crédito ou
Débito e são prejuízos que jamais irão estornar aos cofres do país e
Pode estorricar a esperança e a espera irá secar demais e torrar o
De quem quer ver de volta oa seio da terra-mãe tudo que foi roubado
Dela e desde o encobrimento da nossa história por uma estore e 
Coberta empanada igual a uma cortina com movimentos verticais e 
Tudo todos sabem fazer para encobrir a corrupção e é do contorcer-se
Ao torcer-se ao para não dar nas vistas e ao por fora e por debaixo do
Pano e são de estorcer com violência pois têm nas mão o estoque da 
Justiça comparsa com espécie de punhal de lâmina prismática e muito 
Estreita que serve para ferir o povo e livrar aos poderosos e o conjunto
De mercadorias armazenadas e disponíveis para vender leis para aos 
Que podem pagar é liberdade e sem condenações e para aos que não
Podem pagar só condenações e não importam motivos e nem razões 
Que provocam conflitos ou revoltas e isso para uma revolução o 
Povo tem de sobra e falta só o estopim e o barbante embebido em 
Substância inflamável para levar o fogo à carga de explosivos 
Colocados à distância e falta-nos um líder para acender esse estopim
E o governo só sabe maçar e o político fisiológico enfadar até o 
Calafetar com estopas deles é de palafitas ou é estopar de casa de 
Pau-a-pique ou de casebre e barracão e o senado é uma maçada e a 
Câmara é coisa enfadonha e as CPIs porções de estopadas que não 
Dão em nada e o político brasileiro é feito de tecido grosseiro de fibra
De linho ou com fibra de juta pior do que é utilizado para sacos e não 
Votam sem pregar pregos sem estopas e são de nada fazerem sem 
Estarem seguros dos resultados favoráveis a eles e o congresso 
Nacional resultado é de estontear e começar a falar é de entontear e 
De aturdir e de perturbar e não de deslumbrar e tenho certeza de que 
Viveríamos bem e lucraríamos muito mais ainda se nos víssemos livres
  Dessas porcarias do baixo clero de sanguessugas vendidas e teno dito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário