terça-feira, 6 de março de 2012

Gabo, não tive somente putas tristes; Patagônia, 1155, 8b; BH, 01º0202012.

Gabo, não tive somente putas tristes, tive algumas alegres,
Porém, todas metiam-me pena, enquanto
Metia nelas, e quase todas faziam o que
Tinham que fazer, da melhor maneira
Possível; quero chegar aos noventa, se
Chegar, a sentir saudades de todas
Putas que tive: das tristes, das alegres,
Das inglórias e das bastardas; o maior serviço
Prestado à humanidade, é o serviço das putas;
Pena que elas são desclassificadas pela
Sociedade, pela burguesia e pela elite, apesar
De que, muitos de seus filhos, despojaram seus instintos,
Nas carnes, muitas vezes desgastadas das putas;
Ai do futuro do homem, se não fossem as
Putas a recebê-lo em suas alcovas; e ali
Realizar os mais mórbidos, aberrantes e
Bizarros desejos; e a guardarem segredos,
Revelações e confissões; por tudo que
Passaram, sofreram e foram subjugadas,
Penso que todas as putas deveriam ser
Santificadas, canonizadas, beatificadas,
Pelos relevantes serviços prestados através da
História a reis, príncipes, padres, papas,
Deputados, senadores, governadores,
Presidentes, pastores, e a todos atores dessa divina
Comédia humana, onde a tristeza delas,
Nossas putas tristes, causaram a alegria de muitos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário