sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Engraçado que o que me entristece; BH, 02601202013.

Engraçado que o que me entristece,
É que nas horas das tragédias, das
Enchentes ambientais, e dos desastres
Climáticos, o único que é chamado
Para ser solidário, é o povo; o único
A ser chamado para colaborar com
Doações, é o povo, é o único que é
Lembrado; não há ninguém na
Mídia para cobrar, ou pedir ajuda
A um senador, ou a um deputado
Federal, ou estadual, ao governador,
Ao prefeito, e aos vereadores; a mídia
Poderia cobrar de cada um, um mês
De salário para os flagelados, já não
Fazem nada pelo povo mesmo,
Recebem altos salários, muito além
Do que produzem, doem um mês da
Salário; e essa cobrança seria uma
Maneira desses políticos trazerem de
Volta, de onde levam tanto por nada;
Mas, não, o cobrado é sempre o povo,
O que tem que comparecer, é o povo;
Não se ver um político, desses apaniguados,
Abençoados por Deus, com o pé no
Barro de onde foi formado; é uma
Raça que não presta, nem na hora duma
Solidariedade, nem por demagogia, por
Apologia ao fútil, de aparecer bem na
Mídia, essa raça serve para ser útil;
Viram toupeiras, tatus, desaparecem,
Escafedem-se dentro dos seus buracos
Cheirosos, e o povo atolado na lama; e é
Uma raça que não tem remorso, não
Conhece arrependimento; deitam a cabeça
No travesseiro sem a alma crescer um milímetro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário