terça-feira, 10 de julho de 2012

A água do rio; RJ, 0140701981.

A água do rio,
Molha meus cabelos,
Meu corpo,
Meu colo,
Meu solo,
Meu chão;

A água da chuva,
Molha meu coração:
Pequenino e frágil,
Vivo e ágil,
Batedor constante,
Na tecla da paz;

Na sigla do amor
E na água do sol,
Bebo calor,
Luz e estrelas,
Chuvas de borboletas,
Flores e abelhas,
Aves e naves,
Espirituais e celestes;

Planto meu pranto
No canto do pássaro
E me lavo na lava
Do vulcão em erupção;

Deixo minha alma
Em plena calma
E abro minha palma
Na cauda do pavão;

E me lambuzo no mel
Da abelhinha jataí
E viajo nas asas da abelha-europa;

No fundo do quintal,
Na minha casa da roça,
Anda meu coração;
Afoga na água do rio.


Nenhum comentário:

Postar um comentário