sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Que perdoem-me os Beatles mas se o Cartola; BH, 02302401202000.

Que perdoem-me os Beatles mas se o Cartola
Cantasse em inglês, os Beatles sabem que não
Sobraria para eles; se Candeia, e Jamelão cantassem
Em inglês, não sobraria nem para o Ellvis, Sinatra, e
Eles sabem disso; e o Nelson Cavaquinho, e o
Nelson Sargento, mais o Noel Rosa, Dolores Duran,
Zé Keti, Clara Nunes, Nara Leão, João do Vale, e
Clementina de Jesus? não falo mais nada; é pena que
Só cantavam em português, se fosse em inglês, a
História seria outra; e confesso que realmente
Gostaria de ser normal, gostaria mesmo, como a
Maioria do povo, gostar e torcer por futebol,
Carnaval, e religião; não sou normal, não consigo
Entender, porque como a maioria das pessoas,
Não consigo gostar de Chitãozinho e Xororó; não
Consigo simpatizar-me por Zezé de Camargo e
Luciano, nem ouvir Leonardo; não sou normal, e
Isto me machuca; todo mundo gosta da programação
Da Globo, das suas novelas, e filmes: abomino; todo
Mundo gosta da programação do SBT, do Silvio
Santos, do Gugu Liberato: abomino-os; e a Record
Então? causa-me até asco; a minha anormalidade me
Mata, só Deus sabe como gostaria de gostar de igrejas,
De bispos, de padres, de pastores, mas, como sou
Anormal: abomino-os; não sei o que será de mim, todo
Mundo compra cds músicas baianas, de É o tchan, e
De Sandy e Junior, de Beto Jamaia, e como sou
Anormal, não tenho coragem de comprar um cd de
Ivete Sangalo; meu Deus, até quando serei anormal?
Por que não simpatizo, igual a maioria do Brasil, pelo
FHC, vulgo Fernando Henrique Cardoso? por que não
Suporto, igual a todo mundo, o Congresso Nacional? o
Que há de errado comigo? só gosto de coisas arcaicas,
De ler, de ouvir músicas clássicas, de escrever à mão,
De pensar; só gosto do que a maioria do povo não
Gosta, o que será de mim? como farei para sobreviver?
Por que só preocupo-me em encher a celiopiose, a
Agravar cada vez mais, a supuração na cavidade
Abdominal; todo mundo adora shoppings, desprezo-os,
Penso-os "celo", do grego koilos, ocos, vazios, cavos, e
Jamais teria a coragem de entrar num shopping; sou bem
Estranho, prefiro um botequim, um barzinho de esquina;
Penso que a causa é o celoma, a cavidade geral
Embrionária, que se forma no mesoderma, e que se
Desdobra em dois folhetos; ou o parietal que se solda
Ao ectoderma, e o visceral, que adere ao endoderma; ou
Sou um animal celomado, ou celomático, e a celomielia
Anormal na medula espinhal, não deixa-me gostar das
Coisas comuns que todos mortais comuns gostam, e
Sentem-se bem em gostar; amofino-me, iro-me,
Enraiveço-me, e odeio; não sei se é de inveja, não sei se é
De despeito, realmente não sei o que é; e cerco-me de
Celotex, de tábuas fabricadas com fibras de cana-de-açúcar,
Muito usadas para divisões de compartimentos, e para efeito
De absorção acústica: e grito, e uivo, e berro, e ninguém me
Ouve; também pudera, não tenho a celsitude, não tenho a
Qualidade do que é elevado, não sou alto, sublime, e ninguém
Rebaixa-se à densidade em que me encontro para dar-me
Atenção; nem se eu tivesse a raiz de celtibero, ou da Celtibéria,
Nome antigo de parte da Espanha que corresponde hoje ao
Aragão, e parte de Castela, pois os celtiberos resultaram da
Fusão dos celtas com os iberos; e mesmo se tivesse passado
Céltico, de tradição do "celto", do latim "celtae", não chamaria o
Interesse despertado pelo céltio, Háfinio, o elemento químico,
Metal, símbolo Hf, peso atômico 178,6, e número atômico 72;
Ou um celtólogo, estudioso da história, costumes, e língua da
Celtomania, a tendência a ver a origem da língua portuguesa
Ali; e sentiria dificuldade em estudar meu composto "céluli", do
Latim "cellula", e do meu conjunto celulífero, e celuliforme, pois
Não tenho forma, não sou composto de células verdadeiras; e
Valho menos do que um cequim, antiga moeda de ouro, e meu
Espírito cepudo, de feitio de cepo, faz de mim um tosco, um
Ser mal feito; hoje mesmo demonstrei isso, com cinco cervejas,
E um bife cepáceo por tira-gosto; com cinco cervejas, e uma
Fritada de cepa, de cebola, gênero de plantas da família das
Liliáceas; creiais-me, quase acabei, ou penso que acabei, com o
Natal da família: é receber toda retaliação dum centurião.

Nenhum comentário:

Postar um comentário