sexta-feira, 2 de maio de 2014

O criador e a criatura; BH, 020502014.

O criador pode falar mal da criatura, a criatura
É que não pode falar mal do criador; o Luiz
Inácio Lula da Silva pode falar mal do Joaquim
Barbosa; o Joaquim Barbosa é que não pode
Falar mal de Luiz Inácio Lula da Silva; foi o
Luiz Inácio Lula da Silva que tirou o Joaquim
Barbosa do limbo, do ostracismo e içou-o do
Submundo do judiciário, onde estava como
Eminência parda desconhecida e insignificante;
Foi o Luiz Inácio Lula da Silva que trouxe o
Joaquim Brabosa das trevas às luzes dos
Holofotes da mídia suja, para ser um paradigma;
Para tentar engrandecer o judiciário, mas não
Para fazer os trabalhos sujos que eram
Necessários para as tentativas de destruir o
Partido dos Trabalhadores; Joaquim Barbosa
Deve o que é, ao Luiz Inácio Lula da Silva; e
Deve deferência, gratidão, retidão, impessoalidade
E imparcialidade; e não as agressões que o
Joaquim Barbosa tem feito, como a de não
Cumprimentar a Presidenta Dilma Vana Rousseff,
Numa ocasião dum evento público; e a de
Bater de pau em Luiz Inácio Lula da Silva e ao
Bater de luvas nos adversários de Luiz Inácio
Lula da Silva; e ao participar dos banquetes, das
Homenagens, das tratabilidades e ao esquecer
Nos fundos das gavetas da burocracia jurídica,
Os processos dos partidos com os quais Joaquim
Barbosa é simpático; e ao ser grotesco na hora
De condenar os companheiros de Luiz Inácio
Lula da Silva e ser comparsa, cúmplice, parceiro
Do conluio dos bandidos que atacam o seu
Criador; Joaquim Barbosa voltará a ser o que
Era, a pérola negra que a ostra não gerou, o anão
De sempre; o seu criador, Luiz Inácio Lula da
Silva, seguirá em frente, a construir a História, a ser
A pérola rara que o povo trabalhador brasileiro criou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário