domingo, 22 de junho de 2014

Empresarial Nicolau Jeha, 18; BH, 01401002012.

Bem que poderia chover
E não é que chove,
Agora está a chover na tarde domingueira
Deste Outubro;
E que bem faz uma chuva desta,
A qualquer poeta amador;
Que chuva bendita,
Abençoada será
E que nunca falte,
A quem a admira
E a quem a ama de verdade;
Esta é a chuva boa que molha,
A Escola Estadual Maria Andrade Resende,
Na Avenida Francisco Negrão de Lima,
Do bairro Enseada das Garças,
Perto do bairro Céu Azul,
Onde estudou a minha filha;
Esta é a chuva que molha as ruas
E as calçadas barrentas;
É a chuva urbana,
Que lava os automóveis da cidade;
É a chuva que enxágua os telhados das igrejas
E as torres das catedrais;
Molha os gramados dos campos
E dos campinhos,
Onde os meninos jogam bola
E revive os verdes dos jardins;
Quem é que não quer uma chuva assim?
Só os que praticam bullying
E sociopatia
E não sabem conviver em harmonia;
Só os que assaltam,
Roubam e matam
E preferem vida de presidiário,
À liberdade de poder andar numa chuva desta;
Tudo quero fazer para estar aqui com esta chuva,
Nada quero fazer para estar preso no meio deles;
E são tão estúpidos e ignorantes,
Que quando estão aqui livres,
Em companhia desta chuva,
Fazem de tudo para voltar para lá;
Amar com fé Belo Horizonte
E Minas Gerais,
É amar com fé esta chuva sagrada,
Que nos passa a impressão,
De que realmente existimos;
E sentimos e temos sentidos
E molhados chegamos em casa,
Como se tivéssemos sido batizados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário