sábado, 11 de janeiro de 2014

Vi as declarações do cineasta Woody Allen; BH, 070502011.

Vi as declarações do cineasta Woody Allen,
A respeito de ter lido um livro de
Machado de Assis, como as de uma pessoa
Estúpida: "li o livro porque era fino";
Percebi que são declarações de pessoa
Com pouca, ou nenhuma leitura; leu
O livro não pela cultura, pela grandeza
Do livro, pelo que o livro representa
Em si; mas sim porque o livro era fino,
Que coisa totalmente fora de propósito;
Então o Woody Allen não leu "As Vinhas
Da Ira" de John Steinback; não leu
"Dom Quixote" de Miguel de Cervantes;
Não leu "Guerra e Paz" de Leon Tolstoi,
E nem "Ulisses'' de James Joyce, só
Para deixar entre alguns grandes livros, nos
Físicos e nos clássicos, pois são livros de
Quase mil páginas, ou mais, alguns deles; não
Sinto-me ufanado por ele ter lido Machado de
Assis; homem que faz cultura como a sétima
Arte, que é envolvido com música e outros
Eventos, o cineasta deveria pelo menos
Conhecer um pouco da arte de Machado de
Assis; se ele sentisse o prazer que é ler um livro
Como "O Germinal" de Émile Zola, ou "Os
Trabalhadores do Mar" de Victor Hugo e
Muito bem traduzido pelo Machado de Assis,
Ele seria bem mais feliz e mais eficiente nas
Artes dele; percebo que falou sem pensar,
Como pessoa famosa, que pode dizer qualquer
Estupidez; é pena não ter ali, na hora em que
Ele deu as declarações contra Machado de Assis,
Uma pessoa para interpelá-lo, para mostrar as
Bobagens que ele disse, só porque se pensa
No direito de dizer bobagens aleatoriamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário