sexta-feira, 29 de abril de 2011

(Modinha XIV)

Não tive ninguém que me ajudasse,
Não tive ninguém que me apoiasse,
E que me ensinasse; tudo que sei, eu
Aprendi sozinho, e não sei de nada;
Não tive ninguém para me amar, para
Me ajudar e compreender; não tive
Liberdade, e nunca tive dinheiro, e
Por isso sou tão triste, sou tão só,
Sozinho, mas não desistirei de
Procurar; e um dia sei que vou encontrar,
Um alguém que vai me ensinar, a viver,
A amar, e a existir; não tive ninguém
Para pedir socorro, e para me dar coragem,
Um sorriso ou uma flor; sei que ninguém,
Tem nada com isso, mas sinto mal em
Ficar calado; por isso tento esquecer
Minha dor, ao por em minha vida inútil,
Um pouco mais de amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário