quinta-feira, 13 de junho de 2013

Minha vida na Pampulha, BH, 02901101999; Publicado: BH, 0130602013.

Minha vida na Pampulha,
Posso dizer que é boa,
De um lado tenho o Aeroporto,
Do outro lado tenho a Lagoa;
Perdido dentro do ônibus,
Preso no êxtase do ar,
Do clima de Belo Horizonte,
Sinto a hora voar;
E o tempo fica pequeno,
Para guardar dentro do coração,
A chuva e a garoa;
E ao regresso à casa,
Acordei a filha,
E dei~lhe um vaga-lume,
Ela não quis;
E no outro dia,
Levei-lhe uma tanajura,
E ela também não quis;
Falei então,
Que ia levar um calango,
E ela que não ia querer,
Mas que o vaga-lume,
Já podia trazer;
Minha vida é assim,
Simples igual capim,
Tranquila igual jardim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário