terça-feira, 14 de agosto de 2012

Mário Quintana, O Anjo da Escada; BH, 0140802012.

Na volta da escada,
Na volta escura da escada.
O Anjo disse o meu nome.
E o meu nome varou de lado a lado o meu peito.
E vinha um rumor distante de vozes clamando clamando...
Deixa-me!
Que tenho a ver com as tuas naus perdidas?
Deixa-me sozinho com os meus pássaros...
Com os meus caminhos...
Com as minha nuvens...

Nenhum comentário:

Postar um comentário