domingo, 21 de outubro de 2012

Nietzsche, Ciúme dos Solitários; BH, 02101002012.

Entre as naturezas sociáveis e as naturezas solitárias,
Há esta diferença (admitindo que ambas tenham espírito):
As primeiras ficam satisfeitas ou quase com uma coisa,
Qualquer que seja,
A partir do momento em que descobriram em seu espírito
Uma nuance feliz e comunicável a respeito -
Isso as reconcilia com o próprio diabo!
As naturezas solitárias,
Pelo contrário,
Encontram em qualquer coisa um prazer silencioso ou
Ela lhes causa uma dor silenciosa,
Detestam a exposição espiritual e brilhante de seus
Problemas íntimos, bem como detestam para sua
Bem-amada uma maquiagem muito rebuscada:
Olham-na então de maneira melancólica como se
Suspeitassem que quisesse agradas a outros!
Esse é o ciúme que todos os pensadores solitários,
Que todos os sonhadores apaixonados,
Conservam perante o espírito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário