domingo, 21 de outubro de 2012

Tito Júlio Fedro, A mulher parturiente; BH, 02101002012.

Ninguém retorna de bom grado par o lugar onde se feriu.
Uma mulher, vencidos que foram os meses, prestes a
Dar à luz, sofria, estirada no chão.
Seu marido insistia para que
Retornasse ao leito e (ali) findasse o trabalho de parto.
"Não", respondeu ela, "onde o sofrimento começou
Não confio que (ali) possa terminar."

Nenhum comentário:

Postar um comentário