terça-feira, 2 de junho de 2015

Rio Grande do Norte, 916, 23; BH, 050702012.

Deus está em toda parte, nas partes e
Nas pessoas que querem que Deus esteja
Nelas; parece ser inútil querer falar em Deus,
Ao vivenciar um mundo onde a maioria,
Está a endeusar os bens materiais;
Rodei mundos e planetas, sonhei e
Depois acordei a olhar para as criações;
Apelei paras flores, seres miúdos e
Num piscar de olhos, vi maravilhado as
Maravilhas das obras de Deus ao meu lado;
Vi na aragem o movimento e senti
Tudo na alma ao sabor do vento;
Ô coisa ruim que quer estragar o mundo,
Nada aqui conseguirá, repito e
Insisto em dizer: vale a pena viver,
Onde impera o amor, a gratidão;
Meu irmão e a irmandade também,
Esqueci, fraco de memória,
Deixo de enumerar muitas coisas boas;
Iniciei um caminho de retorno,
Na estrada da encosta do morro,
Andei noite inteira e não senti,
Um pio de medo e fui acompanhado
Por vários piados; corujas voavam,
Morcegos davam rasantes, mas,
Fui avante, confiante, pois,
Alguém segurava minha mão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário