domingo, 7 de junho de 2015

Rio Grande do Norte, 916, 31; BH, 050702012.

Futuro marido e pai, perderei-te agora
E ganharei com certeza, netos e sabes,
Que não ganhei nunca nada; imprestável
Marido e pai, ganharei de presente, netos
E sem merecer, sei, ganharei mais uma
Filha; imprudente e insensato, aprendi
Valores e atitudes exemplares com
Ambos; e parabenizo os dois em meu
Nome e que sigam todas as linhas
Onde tracei o meu destino; construais
Vida útil e saudável, de preservação
Interior e conservação da unidade  
Total familiar; e se faltar algo, a certeza
Da previdência proverá, homem
Formado, letrado, funcional; fizeste o
Mais certo dos caminhos, unir o útil
Ao agradável e reinar, rei, imperador,
Monarca, majestade, ao domar a
Terra e sobreviver dela com tuas mãos,
Ao lado da tua rainha; aceitaste o
Desafio e ganhaste, venceste de
Goleada a parada dura, a peleja, o
Jogo com as adversidades; e menino
Não és mais e digo adeus e digo até
Logo e encontrarei contigo durante o
Almoço, o jantar, o café; imagino,
Amanhã a despedires de noite, de um
Dos teus filhos, que a história irá se
Repetir ao sair do lar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário