sábado, 22 de dezembro de 2012

Cheguei à feira; RJ, 0290701997.

Cheguei à feira,
Com a minha mãe;
Comi beiju e farinha de milho,
Tomate com sal
E farinha de mandioca;
Minha mãe a fazer a feira,
Banana e laranja,
Tangerina e alface,
Verduras e legumes;
O galo vivo para matar,
Quase na hora do almoço;
O coração é meu,
O sangue é meu,
Gritava eufórico;
E mamãe já sabia,
Caprichava no tempero,
Na hora de preparar;
Era o meu lazer,
No sábado perdido,
De cidade mineira,
Onde tive o luxo de nascer;
Uma infância rica,
Cheia de inspiração,
Que menino de hoje,
Não tem nem ideia;
Um quintal inteiro,
Com jaqueira e umbuzeiro;
Onde é que já se viu,
Riqueza tão grande assim?
Só aqui dentro de mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário