segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

O pequeno mártir da Prisão do Templo Luiz XVII; BH, 01001202012.

O pequeno mártir da Prisão do Templo Luiz XVII,
Filho de Luiz XVI e Maria Antonieta,
Ele guilhotinado no dia 21/02/1792 e
Ela executada no dia 16/10/1793;
E o pequeno Luiz, aos dez anos,
Morto na Prisão do Templo, Paris, 1795;
Entregue ao personagem ignóbil Antoine Simon,
Guilhotinado dois anos mais tarde,
Depois do fim do Terror;
O pequeno Luiz XVII ficou isolado,
Submetido às condições degradantes
E privado de cuidados,
O que favoreceu sua tuberculose,
Nos seis últimos meses de sua vida;
Embora seu guardião tivesse mudado,
Nesse ínterim, o menino viveu uma vida
Sinistra, num minúsculo cubículo, mal iluminado;
Era alimentado pior do que um criado,
Morreu vitimado por uma peritonite ulcerosa
De origem hematogenia;
Seu esquife foi lançado numa cova comum
Da Rue Saint Bernard (e jamais encontrado);
Todas as fantasias e alucinações que
Proliferaram a respeito desse destino miserável,
Sua troca na fuga,
O coração do pequeno herdeiro do reino de França,
Que teve o coração retirado pelo cirurgião
Philippe-Jean Palletan e conservado em álcool;
E depois da Revolução a relíquia foi
Entregue ao arcebispo de Paris, depois perdida;
Reencontrada e finalmente confiada à Basílica dos
Reis de França em Saint-Denis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário