quarta-feira, 8 de abril de 2015

Alguma coisa errada aconteceu; BH, 03101202012.

Alguma coisa errada aconteceu,
As músicas não contêm músicas
E os músicos não cantam músicas;
Há algo de podre na cultura,
O cinema e o teatro não contêm
Atores, atrizes; e as atrizes e os 
Atores não contêm cinema, teatro;
Há algo inexplicável no ar, quem
Diria que a arte iria acabar?
O clássico deixar de ser clássico
E a obra-prima deixar de ser 
Obra-prima; não sei o que acontece
No meio artístico, os compoenetes
Não têm formação; e basta plastificar
O físico e vira fenômeno de televisão;
Há alguma coisa a mais de podre
No nosso meio do que duvidamos;
Não precisa-se mais pensar para 
Escrever e nem escrever para pensar;
O que manda é o efeito especial,
O ibope, a bilheteria, o teor comercial
Da peça em cartaz: quanto que vai 
Vender; quem dita a regra é o 
Vendeu, ganhou o grammy, valeu;
Tempo bom não volta mais, já dizia o
Lilico, nada do que é feito sofre
A reverência de influenciar uma 
Referência; os padrões globais de 
Qualidade, são padronizados para 
Satisfazerem as contas correntes com os
Entretenimentos; e o público é obrigado
A digerir porcarias e a passar a ser 
Também um produto do meio e mais 
Uma vítima do efeito colateral nocivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário