quarta-feira, 22 de abril de 2015

Que poder de equilíbrio tem a mulher; BH, 080102013.

Que poder de equilíbrio tem a mulher,
Desde o meu passado, noto, que a mulher
Tem um poder de equilíbrio descomunal;
Nos meus tempos de menino, ficava encantado,
Com as mulheres que equilibravam
De tudo na cabeça: potes de água,
Latas, tabuleiros, talhas, trouxas de roupas,
Cestos, balaios, feixes de lenhas, caixas,
O que se pudesse, as mulheres equilibravam
Na cabeça; e paravam a bater papo, a jogar
Conversa fora, a pôr em dia as fofocas,
Mas sempre com alguma tralha equilibrada
Na cabeça; atualmente, inda encanta-me o
Poder de equilíbrio das mulheres, quando as
Vejo em cima de saltos gigantescos, aos
Saltos, aos sapateados, aos requebrados,
Aos rebolados, sem perderem a postura,
Elegância, charme: maravilho-me; e este
Século será o século das mulheres, das suas
Conquistas; continuam umas artistas e
Desempenham muitos papeis melhores do
Que os homens; sempre fui um encantado
Pelas mulheres, desde menino, as lavadeiras,
As empregadas, as passadeiras e mesmo as
Putas das zonas de baixo meretrício, que não
Cansava de espiar; as mulheres são poderosas
Na sedução, no equilíbrio e mesmo no orgasmo,
Onde aproveitam mais do que os homens;
E agora, nas presidências, nos altos cargos,
Não tem para ninguém é o século das mulheres.

Nenhum comentário:

Postar um comentário