domingo, 25 de outubro de 2015

MIKIO, 22; BH, 090202013.

Na dita imprensa brasileira, que forma o PIG, o
Partido da Imprensa Golpista, salvos raras
Exeções, nenhum chamado jornalista sabe
Escrever; e os que pensam que escrevem, não
Têm elegância na escrita, não têm estilo e
Nem referências; a maioria escreve pelos
Cotovelos, sem sutilidade e sagacidade;
Nos tempos da ditadura, o jornalista, na
Verdade era jornalista; e escrever para
Enganar censores era o maior dom e tinha
Que ter metáfora, inteligência e sabedoria;
Com essa imprensa nossa, de hooje, que
Virou um balaio de gatos e ratos, menos
Imprensa, qualquer um se dar ao título
De jornalista, entra para a ABL, a Academia
Brasileira de Letras, com todas as aberrações,
Bizarrices e bisonhices possíveis; nos tempos
De jornalismos mesmo, todo mundo admirava
O Castelo Branco e a sua coluna no JB,
Jornal do Brasil; Márcio Moreira Alves,
Zózimo Barroso do Amaral, Carlos Drummond
De Andrade, Tárik de Souza, Ivan Lessa,
Jaguar, Ziraldo, Hélio Fernandes, Barbosa Lima
Sobrinho, Caó, Carlos Alberto de Oliveira;
Se perguntar para alguém, o nome de um
Jornalista de peso, por ora, duvido que
Saiba responder; fora os calunistas, os
Colonistas, assassinos de reputações,
Profetas do caos e porta-vozes, pit bulls
De plantão da velha mídia bovina, não
Conheço um jornalista digno de ser
Chamado de jornalista: falo do PIG, do
Partido da Imprensa Golpista que, se
Tivéssemos uma lei de Médios, nem funcionava.

Nenhum comentário:

Postar um comentário