sexta-feira, 28 de março de 2014

Acredita e minha mãe me surpreendeu hoje; BH, 01901202013.

Acredita E minha mãe me surpreendeu hoje,
Sentada na cadeira de rodas no quintal,
Ao perguntar-me do nada:
"Por que o céu é azul?" sem brincadeira;
Falei, a senhora sabia que essa frase,
Já foi dita por um poeta inglês?
E continuei, só que ele disse:
"Because que sky is blue",
Lógico que a minha mãe não entendeu nada;
Está com noventa e sete anos
E mesmo assim queria saber,
Por que o céu era azul;
E disse a ela que o céu não era azul,
Que era a distância, o infinito,
Que davam essa tonalidade;
E ela matou-me de brincadeira:
"Depois de velho ficaste inteligente";
Aí, ri, respondi:
Então quando era criança,
Eu era burro,
E rimos a valer;
E depois inda veio outra encarnação,
De quando me ensinava matemática,
E perguntava-me:
"Dois vezes dois?"
E eu: dois vezes dois mamãe?
"Eu pergunto, tu respondes",
Toma um vidro de Gammar;
"Dois vezes dois?"
E não acertava,
Toma um vidro de Memoriol
E tornamos a rir até dizer chega;
Grande figuraça a velhinha da minha mãe,
Dos altos dos seus noventa e sete anos,
Quando está de bom humor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário