sexta-feira, 7 de março de 2014

O caminho certo é um segredo; BH, 01º040302014.

O caminho certo é um segredo,
Bem como a palavra chave,
Ou a senha, um sigilo;

O caminho é um mistério,
Talvez um enigma
E constantemente,
O decifra-me ou devoro-te,
Será ouvido em algum eco nas esquinas;

O caminho certo,
O das pedras no meio das águas,
Ou o que se abre no meio do mar,
Não é qualquer um,
Que por ali pode andar;

Há de ser um andarilho excepcional,
Um equilibrista especial de corda bamba,
Um malabarista de circo mambembe,
Saltimbanco prestidigitador taumaturgo,
Plenipotenciário das estrelas;

Estafeta comum,
Esteta de notoriedade,
Na romaria para uma procissão,
Que é um processo,
Um auto kafkiano,
Que só o mais sagaz,
É o que percebe a trama,
Para não ser engolido pela relva;

O caminho é o que o vento abre nas folhagens,
Os desvãos,
Os desvios,
Os atalhos;

As carnes viram retalhos,
Os espíritos chocalhos,
As almas espantalhos:
A vida é um castelo de baralhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário