quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Alameda das Princesas, 756, 24; BH, 0190802012.

Um dia de vida a mais é um presentão
E viver este dia de vida a mais como
Se fosse o último é sabedoria; e nada
Melhor para se viver, do que viver
Com sabedoria; e viver com
Sabedoria é desligar a televisão, não
Ler jornais de espécie alguma, não
Ouvir rádios, não ter telefone celular,
Não ser vítima das agências de
Propagandas enganosas, não fazer
Parte da faixa consumista do mercado,
Não ter contas em bancos, não ficar
Doente para não ser humilhado no
SUS, não assistir campanha
Política e desprezar todo político,
Por melhor que seja; e não é fácil
Viver com sabedoria, é preciso
Isolar-se e de preferência, mudar
Dos grandes centros urbanos, para
Fugir do condicionamento; se ficar
Aqui é ser condicionado, monitorado,
Violentado de todas as formas e
Agredido; viver com sabedoria é
Menosprezar o mercado, ignorar os
Economistas e suas análises, deixar
De comer e de beber as drogas que
Nos empurram a todo momento e as
Demais porcarias que compõem a
Nossa mesa; e o certo é não comprar,
Não pagar impostos e não sustentar
Safados dos três poderes em
Brasília; se nós usássemos de
Sabedoria e refletíssemos no quanto
De dinheiro é jogado fora para
Manter aquela pocilga, já a teríamos
Fechado há muito tempo; Brasília e
Seus três poderes são a maior
Comprovação da nossa falta de
Sabedoria: mas, é um dia, é um dado, é
Um dedo, é um dedo, é um dado é um dia .

Nenhum comentário:

Postar um comentário