terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Joaquim Francisco da Silveira, 760, 2c; BH, 0180802012.

Cordado acordado e acordado cordado,
Pois, há muitos tipos de cordados e há
Muitos tipos de acordados, inclusive os
Que ainda não despertaram; e são os
Cordados na estupidez, ignorância,
Bizarrice e aberração; há os cordados
Na morbidez, na mesquinhez e na
Maldade; maldade que, por mais
Que os poetas gritem pelo fim dela, ela
Nunca se extinguirá; é a maldade do
Imperialismo, do neoliberalismo e da
Globalização; a maldade dos que
Precisam matar crianças para mover o
Desenvolvimentismo e a industrialização;
E a maldade dos bancos, do mercado,
Do sistema financeiro, do consumismo
Desenfreado, da mediocridade da mídia
De modo geral; e é a maldade dos
Políticos, do capitalismo, dos regimes
Ditatoriais e das religiões; é a maldade
Dos carniceiros traficantes de órgãos
Humanos; das máfias, das polícias,
Verdadeiros esquadrões da morte e
Mantidas com verbas públicas; é a
Maldade das agências de propagandas,
Que induzem o povo ingênuo a consumir
Porcarias, como se fossem produtos de
Qualidades; cordado acordado despertado
A pregar o fim da maldade sem fim na
Raiz da humanidade; e um dia, todos
Poderemos cantar juntos: "o sol há de
Brilhar mais uma vez, a luz há de chegar
Aos corações, do mal será queimada a
Semente, o amor será eterno novamente,
É o juízo final, a história do bem e do
Mal, hei de ter olhos para ver, a maldade
Desaparecer"; a maldade não deveria
Combinar com a raça humana, humanidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário