quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

A maldição da humanidade é a estupidez; BH, 0301102012.

A maldição da humanidade é a estupidez
E falo sem medo de errar; o ser humano
Faz questão de ser e de parecer estúpido;
A raça humana não move uma partícula
Para demover a estupidez que a assola; e
Digo estas coisas, sem arrependimento
E sem remorso; e quanto mais tecnologia,
Quanto mais modernidade, mais estupidez
E ignorância, Erasmo diria loucura, no
Seio de cada um de nós; os líderes 
Mundiais, os senhores da guerras, os donos
Do mundo nos bombardeiam no dia em
Que bem entenderem que merecemos ser
Bombardeados; os políticos nos enganam,
Nos fazem de palhaços e enriquecem-se
E riem às nossas custas; as empresas de
Serviços, energia, telefonia, mídia, gás,
Bancos nos roubam em tudo que podem
E sem pudores e pundonores; o estado
Delapida-nos, asfixia-nos em encargos e 
Em impostos; para os que o servem, todas
As mordomias, maracutaias e para os 
Que o sustentam e pagam as mordomias,
As maracutaias, os serviços sem qualidades,
Ou a falta de serviços públicos; as polícias
Pagas por nós para nos esculachar, agredir,
Humilhar, assassinar; e em todo lugar do 
Mundo é assim, a situação é a mesma; é
Suspeito, mata-se primeiro e verifica-se
Depois; e infelizmente, todos aqueles
Que sobrevivem neste mundo são 
Estúpidos vítimas de estúpidos; e de uma
Forma, ou de outra e não há meio termo;
E os que nos manipulam sabem muito
Bem escudarem-se de tal maneira que,
Nunca serão atingidos por nós.

Nenhum comentário:

Postar um comentário