quinta-feira, 9 de julho de 2015

Rio Grande do Norte, 916, 65; BH,0140702012.

Aos que criticam-me, sem modéstias, respondo-lhes,
Com obras de arte; aos que falam mal de mim, com
Ufanismo, apresento-lhes, meus clássicos; aos que
Difamam-me em praça pública, com orgulho,
Brindo-lhes, com minhas obras-primas; e uns fingem
Que não conhecem minhas obras-primas; outros
Desprezam meus clássicos e os demais fazem vista
Grossa às minhas obras de arte; aos que são
Milionários, recito-lhes minhas poesias. aos
Colecionadores de tesouros, pérolas e pedras
Preciosas, indico-lhes a minha antologia de sonetos;
E aos que ostentam coroas e colares de diamantes,
Destino-lhes meus poemas; e informo-lhes e a
Todos vós, que tenho reservas de letras ilustres,
Tenho fundo infinito de palavras nobres e como
Um deus, posso criar outras infinitas letras raras e
Palavras imortais; atacai-me, todos vós, com
Vossas armas; meus escudos são os que acabei
De forjar em ouro, prata, platina, bronze e minhas
Flechas são de diamantes e as armas com que
Ataco-vos, são armas indestrutíveis; aos que
Dormis, sugiro que acordeis e tenhais ânimos, tenhais 
Energias, poder de potência e alcançareis o horizonte 
Antes de mim e sou o horizonte contra todos vós.

Nenhum comentário:

Postar um comentário