quarta-feira, 28 de setembro de 2011

A lei é sobreviver; RJ; S/D.

A lei é sobreviver;
A realidade bruta
Manda sobreviver;
Viver não vivo,
Feliz não sou
E pago um preço,
Muito alto,
Pela culpa,
Que não tenho;
Pelo pecado que não cometi
E por tudo
Que não sou;
No peito e na raça,
E vou aguentar,
A tropeçar e a esbarrar,
A cair e a machucar,
Ao seguir a lei,
Na minha santa ignorância,
A fazer do meu suor
A minha sobrevivência;
É a norma da lei,
Do universo e do tempo;
Aguentar firme,
Não deixar cair o pano:
O próximo ato pode ser a vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário