quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Norte-americano e ianque é uma raça; BH, 0190902013.

Norte-americano e ianque é uma raça,
Um povo, uma nação, sei lá o que que
São, mas sei que, não há como chegar
Diante de um exemplar desse, a lhe 
Apertar a mão; não há como olhar nos
Fundos dos olhos de um ianque e lhe
Desejar felicidades, ao ver os filetes
Do sangue inocente derramado; não 
Há como não se sentir vingado, de 
Alguma forma, quando qualquer 
Tipo de tragédia se abate sobre 
Aquele país; e como desprezam
Crianças, mulheres, velhos de outras
Partes do mundo, infinitamente maior,
É o meu desprezo pelos USA; se eu 
Orasse, ou rezasse, ou fizesse preces
A algum tipo de Deus, jamais pediria
Bençãos para os norte-americanos; 
Pediria era o fim da arrogância, do 
Imperialismo, do capitalismo, do 
Neoliberalismo, da globalização, do
Poderio financeiro; e pediria era o fim 
De tudo que os representasse na face
Da terra, com o fim do belicismo e 
Do ódio que têm à raça humana, aos
Seres humanos que fazem de cobaias
E à humanidade que querem explorar
Até às últimas consequências; não há
Como sorrir a um ianque, que só 
Sabe fazer o mundo chorar; não há 
Como compartilhar qualquer tipo 
De alegria, a história está aí a me 
Lembrar, sempre, que a única coisa que 
Posso desejar aos norte-americanos,
É que vão todos para o inferno.

Nenhum comentário:

Postar um comentário