quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Hoje estou sozinho; RJ, 090701990.

Hoje estou sozinho,
Sempre estarei sozinho,
E não quero ninguém comigo;
Não quero companhia,
Quero estar sempre só;
Só comigo mesmo,
Em minha companhia,
Para poder me livrar,
De tudo que me prende,
Nesta vida artificial,
De face superficial,
Tão vazia quanto minha mão,
Tão seca quanto meu coração;
Hoje estou sozinho,
Hoje, amanhã e depois;
De dia e de noite,
Estarei só;
Não te esperarei,
Como esperei eternamente;
Não perderei esta oportunidade,
De deixar de sofrer;
Vou ficar de costas,
Para o mundo todo e
Do que quer que seja
E até à última hora,
A derradeira hora de vida,
Não estarei presente
Em lugar algum;
Não estarei nem em mim mesmo
E nem mesmo saberei
Onde estarei;
Pois hoje estou sozinho,
Sozinho e abandonado,
Um morto largado,
À mercê dos urubus;
Um morto cru,
Indiferente à própria sorte,
Sem destino,
Sem sepultura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário