quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Tudo o que for feito; RJ, 02201101996.

Tudo o que for feito,
Merece ser feito,
Como se fosse,
Uma obra de arte,
Uma obra-prima;
Tem que ser sangrado,
Gota à gota;
Tem que ser dissecado,
Igual a um cadáver;
Ser examinado,
Como se examina,
Uma bela mulher,
Que por sua vez,
Deve ser adorada,
Como se fosse,
A única santa,
Que temos no firmamento;
E mesmo que depois de feito,
For verificado,
Que não se transformou,
Numa obra-prima,
Numa obra de arte,
Deve ser guardado,
Que um dia depois,
A gente dá um jeito;
É só procurar a não ver defeito;
Pois o feio,
Pode ser belo
E se for belo,
Pode ser bom:
É um estado de espírito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário