quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Não consigo mais ler jornal; RJ, 02201101996.

Não consigo mais ler jornal,
O jornal me afastou dos jornais;
Agora tenho ojeriza,
Tenho nojo de jornal;
Jornal vendido,
Comprometido e enganador;
Jornal comprado,
Segue o rumo
Que o vento manda;
Não se importa com o povo,
Não tem escrúpulo,
Não tem moral,
Caráter nem pensar;
Jornal para cego,
Surdo e mudo;
Jornal para analfabeto,
Ilude o povo,
Desinforma e não informa,
Confunde a mente popular;
Abre espaço para corruptos,
Políticos hipócritas
E empresários ladrões;
Abre espaço para aqueles,
Que metem a mão no caldeirão,
Sugam todo o sangue da nação
E limpam as mãos,
Na camisa do povo;
Agora estou salvo,
Não serei mais alvo,
Desse infortúnio jornal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário