terça-feira, 17 de novembro de 2015

Hoje a vida é para matar e o trânsito; BH, 080702013.

Hoje a vida é para matar e o trânsito
É para matar, e nada é para viver;
Hoje a religião é para matar, a
Educação é para matar e o
Lazer é para matar; nem são mais
Necessárias as guerras, tudo gira em
Torno do matar; a comida é para
Matar, a bebida é para matar e a
Mulher é para matar; hoje é assim,
Nada foi feito para viver, criança
É para matar, adolescente é para
Matar; e o estado? o estado é
Para matar, a polícia, os políticos,
Os patrões unem-se para matar; a
Burguesia é para matar, a elite
É para matar, a oligarquia, a
Aristocracia juntam forças para matar
O povo; é decepcionante constatar
Que a natureza foi criada para
Matar, o homem nasceu para matar
O que se move na frente dos seus
Olhos; os hospitais são para matar, os
Remédios para matar, e os médicos
Só querem matar; a morte está tão
Banalizada que não choca mais a
Sociedade; e é exibida ao vivo e
À cores nos horários nobres das
Televisões; os aglomerados, os
Conjuntos habitacionais, os bairros,
Os subúrbios, as periferias, favelas
São para matar; a justiça é para
Matar e quando não mata, liberta
Alguém para matar no lugar dela;
O que não é para matar, é o
Poeta, que já nasce morto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário