terça-feira, 24 de novembro de 2015

Que pessoas que fazem-me pecar; BH, 0170702013.

Que pessoas que fazem-me pecar
E fazem-me ser imprestável, inútil
E  sem vontade para nada; e que 
Pessoas que fazem-me ter ódios
E pesadelos, raivas, ficar acordado a noite
Inteirinha por insônia e a tentar entender
Essas pessoas que, não deixam-me
Entender-me; e fazem com que
Desconheça-me e com que não as conheça
E sinta cóleras no lugar de cócegas; que
Pessoas que são capazes de coisas que não
São de pessoas, pelo menos de pessoas ditas
Normais; que pessoas que não choram e
Fazem-me chorar, não falo, pois sou mudo e
A quem fala, não ouvem, não ouvirão a um
Mudo; que pessoas que, por mais juntas que
Estão, fazem de tudo para afastarem-se cada
Vez mais; que pessoas que, quando se lavam,
Se olham nos espelhos e não sentem que,
Não estão a olhar para pessoas, pois agem
Como se não fossem pessoas; que pessoas
Que deprimem-me, que estupram-me,
Violentam-me, seviciam-me, empalam-me
E tiram-me da minha pessoa, da minha
Personalidade; e abalam meu caráter,
Destroem-me insensatamente, egoístas,
Fazem de mim um egoísta; fazem-me
Expor a minha estupidez, a minha ignorância,
Quando penso nessas pessoas que
Ressuscitam meus instintos animais; que
Pessoas são essas que fazem-me a não
Querer nada mais, nem a ser pessoa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário