sábado, 26 de março de 2016

Quem traz as boas novas são o sol e a lua; BH, 01º01202012.

Quem traz as boas novas são o sol e a lua
E de milhões de anos atrás; quem traz as
Novidades são as ondas dos mares e 
Dos oceanos e as águas dos rios; quem
Traz o moderno são os velhos ossos 
Fossilizados, as ossadas petrificadas 
E enterradas nas profundezas de milhões
 De anos; quem traz o novo, a nova era, 
São os antepassados, os ancestrais e as
Alucinações sobrenaturais; são nessas
Coisas que estão os nossos elos perdidos,
O que Darwin procurou e não encontrou,
As revoluções, as evoluções, as transformações
E as revelações, quem nos trazem são os
Mistérios e os enigmas da pré-história;
Nada mais há de novidades entre os 
Céus a a terra que, possa imaginar a 
Nossa vã filosofia, a não ser o aumento
Infinito da estupidez humana, das 
Ignorâncias do ser humano e da obtusidade
Da humanidade; nada mais pode se 
Apresentar diante dos olhos da   
Raça humana como efetivamente 
Inédito; e principalmente vindo do 
Pensamento do homem, fonte do 
Atraso e da antiguidade, berçário de 
Mentes ultrapassadas; e as orações, 
As reverências que muitos são capazes
De ignorar, ao passarem desrespeitosos,
Num altar de onde um monte os observa
E não saudarem aquela sabedoria oculta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário