terça-feira, 4 de agosto de 2015

MIKIO, 170; BH, 0210502013.

Mania de perfeição é o que a
Letra quer ao encontrar uma
Palavra; e todo o ser deveria
Almejar como a letra almeja,
Uma mania de perfeição de
Ser; uma mania de perfeição
De amar, de sentir, de ser
Feliz; a melhor mania é a
Mania de perfeição de
Servir; deveríamos acompanhar
O universo, o universo é a mais
Perfeita mania de perfeição,
Bem mais, penso, do que o
Corpo humano, outra referência
Em mania de perfeição; imagino
Se cada um viver dentro da
Perfeição do próprio corpo
Que o compõe e dentro da
Perfeição do universo onde
Está inserido, será também uma
Perfeita mania de perfeição; e
Há sempre algo a seduzir, a
Aliciar, para tirar o perfeito
Da rota, e para tirar o universo
Das órbitas; e às vezes
Consegue quebrar a cadeia,
Consegue romper com os
Elementos e o organismo é
Desestruturado; e é o fim da
Perfeição na mania da perfeição;
E fica o feio, fica a mania, fica o
Cacoete, o tique nervoso, o
Vício; a letra capenga volta ao
Limbo, desfaz a palavra,
Despreza a palavra, a palavra à
Frase, a frase à sentença e a
Sentença ao período, o período
Ao texto e o texto abraça a
Imperfeição levianamente.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário