sábado, 16 de abril de 2016

Empresarial Nicolau Jeha, 15; BH, 01401002012.

O que atrasa o país é a religiosidade,
Tanto católica, como evangélica; país 
Onde títulos mais vendidos são esotéricos,
Religiosos, autoajuda, nunca terá um 
Prêmio Nobel de Literatura; país onde,
O povo não lê os consagrados escritores,
Nem os nacionais e nem os internacionais,
Jamais terá um nome indicado a tal
Premiação; e o mais triste é que, desprezamos
Os nossos grandes escritores, romancistas,
Ensaístas, contistas, cronistas, poetas; a
Casa de Machado de Assis, Academia
Brasileira de Letras, que poderia fazer uma
Grande promoção da Literatura nacional,
Com apoio a novos escritores, infelizmente,
Só usa de critérios políticos e financeiros,
Na renovação de seus quadros; se fossem só
Observados critérios puramente literários,
Jamais aprovaria em seu seio membros como
Roberto Marinho, José Sarney, Paulo Coelho,
Merval Pereira, para citar alguns e entre 
Nomes que desconheço e que estão lá,
Por serem elitistas e burgueses, ou por
Que foram ministros de estado, ou por
Servirem aos poderes da República; pouco
Estão por serem puramente literários;
O nosso maior, Machado de Assis, deve dar
Voltas em seu túmulo, por ver sua Casa 
Tão violentamente descaracterizada do
Conceito literário; vergonhoso o corpo que,
Forma hoje  o exército de fardão da nossa
Maior representação cultural; não
Participa de nada, não promove nada,
Não apoia nada, não lança nada;
Rosa, Drummond, Sabino, João Ubaldo,
Clarice Lispector, Cecília Meireles, Darcy
Ribeiro, Rubem Braga, Rubem Fonseca,
Tristes, que nada faz mudar quadro tão cruel. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário