terça-feira, 7 de maio de 2019

Acabaste de me deixar mulher; BH, 03001001999; Publicado: BH, 0230102012.

Acabaste de me deixar mulher
Não sabes o que acabaste de fazer
Deixaste exaltado o meu ânimo
E estou possesso contigo
Fiquei arrebatado de mim
Fora do eixo e da razão
Foste o ab-reptício e o abre-saca
Saco a tiracolo cheio
De ferramentas e mantimentos
De pano abretanhado
Semelhante ao tecido
Chamado bretanha
Tu me deixaste distante
Longe igual aos abretenos
Naturais da Abretena
A parte mais longínqua da Míria
Lá na região da Ásia Menor
Eu que gostava tanto
De abrevar a tua boca
Dar de beber aos meus lábios
Com os teus beijos
Matar a sede dos meus desejos
Molhar a secura de minha garganta
Com a tua saliva
Abeberar minha boca ressequida
Com a abundância de carne
Da tua língua
Pois nada entre nós
Pode ser abreviadamente
Nem de modo abreviado
Em resumo
Tudo tem que ser com o sumo
O consumo dum ser
Em benefício doutro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário