terça-feira, 24 de abril de 2018

Vagabunda; RJ, 040101999; Publicado: BH, 030502012.

Vagabunda,
Gritei na cara dela,
Vagabunda;
Onde já se viu isso,
De uma pessoa normal,
Não posso fazer nada;
Vagabunda,
É duro para mim,
Mas é a realidade,
Tenho que dizer assim,
Vagabunda,
Chamar uma mulher de
Vagabunda;
Não está nos meus planos,
E é só o que me resta;
Vagabunda,
Pedinte e mendiga;
Há até algumas,
Que não são vagabundas;
Há algumas,
Que são até dignas;
Vagabunda,
Tive que gritar na cara dela
E foi como se ela não ouvisse,
Foi como se ela,
Nem estivesse ali
E que nada tivesse,
Acontecido com ela,
Vagabunda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário