terça-feira, 1 de dezembro de 2015

As pessoas escrevem pouco; BH, 0200702013.

As pessoas escrevem pouco, e quem
Ler, quer ler menos ainda, pois são
Duas tarefas, que com o tempo,
Irão acabar; daqui há uns anos, não
Encontraremos quem escreve, não
Encontraremos quem ler,
E encontraremos qualquer outro
Tipo de pessoa, menos a pessoa que
Escreve, menos a pessoa que lê; e
Daqui há alguns anos, acredito, que,
Além de não encontrarmos leitor, e
Não encontrarmos escritor, não
Encontraremos nem quem fala;
Inclusive o falar coloquial, por
Palavras, pela boca, será coisa rara;
Não imagino se encontraremos
Outro tipo de comunicação, ou
Através das cores, ou do som, signos,
 Ou sinais, ou símbolos, menos
Letras e palavras; as línguas irão
Morrer, os idiomas serão extintos,
Acabarão as conversas, os diálogos,
Todo e qualquer tipo de discurso,
Manifestação literária e oral; e como
A voz não será mais necessária, o
Pensamento também não será; e
Nasceremos sem cérebro, ou com o
Cérebro atrofiado, ou sem as partes
Responsáveis pelo pensamento e
Pela fala; cá dentro de mim, penso
Que isso será uma pena; é tão
Gratificante escrever, ler, falar,
Pensar, que não há dinheiro que
Pague isso; e o que nos restará é o
Embrutecimento, a ignorância, a
Estupidez cada vez maior, e a
Certeza de que o que fazemos, é o
Que é o certo, e o que os outros
Fazem, é o que é o errado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário