terça-feira, 8 de dezembro de 2015

E o pior é que a gente; BH, 0250702013.

E o pior é que a gente pensa que
Sabe escrever e não quer fazer outra
Coisa, não quer ler nada, não quer
Estudar, não quer aprender a escrever;
E colocamos na cabeça que somos
Os azes da escrita e nada nos
Tira esta ideia fixa de dentro
Do cérebro; assumimos um papel de
Escritor e passamos a encher papeis
De letras, palavras, frases, sentenças,
Períodos, parágrafos, textos, artigos
E tudo o mais relativo ao que
Chamamos de nossa literatura;
E o pior de tudo é que pensamos que
Todo mundo lê o que escrevemos;
Enviamos textos a todos, pedimos
Comentários, análises, impressões;
E quando alguém tem a coragem
De nos desagradar, quando alguém
Tem o dever de nos dizer a verdade
E de nos mostrar que a escrita é uma
Bomba, a casa cai, e dá até vontade
De nos matar; escrever é tão perigoso,
É terreno tão minado, que penso
Que, não deveríamos trafegar por
Tal área; campo tão cheio de armadilha,
Tantas capoeiras, que qualquer
Descuido nos atinge em cheio;
Mas penso que somos todos
Masoquistas, sabemos que
Vamos sofrer, apanhar, ter o
Total desprezo de todos, mas,
Não queremos deixar de pensar
Que sabemos escrever: e lotamos a
Academia Brasileira de Letras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário