sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

O nosso mal; BH, 0280702013.

O nosso mal é que, quando falamos as 
Coisas, e somos confrontados com as 
Coisas que falamos, geralmente, negamos
As coisas que falamos; raras são as pessoas
Que falam as coisas, e as assumem, a 
Maioria fala, e depois nega, volta atrás,
Bate o pé, e teima que não falou; e 
Quem acaba por ficar mal na fita, é o 
Confrontador, o que testemunhou a 
Fala negada, repelida pelo falador; e a 
Maioria que nega o que fala, nega por
covardia, por medo, por falta de
Personalidade, e caráter; falaste isso,
E isso, e isso? falei, e de onde tiraste 
Essa ideia? fulano que falou-me; 
Fulano, falaste isso, e isso, e isso para 
Beltrano? não, não falei nada disso; a
Cara da pessoa vai ao chão, e não 
Adianta teimar, mas, tu? no outro 
Dia?? eu não, inventa outra, deves
Estar a confundir-me com as outras 
Pessoas; o melhor é o seguinte: alguém
Falou algo, deixa entrar por um 
Ouvido e sair pelo outro; e é esquecer
Inda mais, se for fofoca, mexerico,
Boato, fuxico; o melhor é se fazer 
De cego, surdo, e mudo; a pior 
Coisa que pode ocorrer na vida, das 
Pessoas, é falar da vida das pessoas,
Mal, ou bem; e o melhor que se pode
Fazer da vida das pessoas, é não
Falar da vida das pessoas mortas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário