segunda-feira, 14 de agosto de 2017

O dia em que passar a ser proveitoso e conveniente; BH, 01601102000; Publicado: BH, 0801202013.

O dia em que passar a ser proveitoso e conveniente  
À humanidade, necessário ao planeta e executar o meu
Papel aqui na Terra, vou gritar que soube satisfazer-me;
Soube tornar efetiva as prescrições e cumprir com o meu
Dever de ente, de ser, de homem, de gente, de ser
Humano, de entidade, de animal, de matéria, de sangue,
De carne e de osso; e não quero merecer menção,
Elogio, não quero ser digno de saudação, de cortesia, 
De gesto e de expressão falada, ou escrita, quero ser
Só motivo de execução e de cumprimento do tempo de
Vida e de sobrevivência; porém, não venhais elogiar-me,
Detesto dirigir e fazer cumprimentos, deixeis-me se me
Cumprimentar: o testamenteiro e o executor e o
Cumpridor e o que cumpre toda a cumplicidade com a
Elite, com a burguesia e com o cúmplice colaborador,
Que tomou parte junto com o outro num delito, ou
Crime; pendureis-me na cumeeira, na parte mais alta
Do telhado, na extensão do cume e na série de
Cumes de montanhas, a cumeada que terei que
Transpor; o píncaro do monte de onde se lançou no
Abismo, o vaso de boca estreita, feito de cuia de
Casca de coco, a gritar para fazer ecos; a cumbuca de
Outros frutos de árvore cultural, de sistema de ideias,
Conhecimentos, técnicas e padrões de comportamento
Que caracteriza uma sociedade; raízes da civilização, do
Desenvolvimento intelectual, conjunto de conhecimentos
Adquiridos pelo estudo; e da criação de animais microscópios
E terreno cultivado e a cultura, o efeito e o medo de cultivar
A terra e certas plantas; tornar objeto de culto a sabedoria,
Render culto à inteligência do bem, cultuar a paz do bom,
Que o partidário do amor e sectário da anti-violência, dedica
Ao determinado estudo que leva à melhoria de vida e à
Felicidade; e o cultor do bem estar espiritual, o cultivador da
Vida das almas, o ser civilizado, o cérebro instruído, o
Respeito cultivado com veneração total de religião, à
Perfeição igual à homenagem à divindade; amanho de tudo
Que é bom, cultivação da vida, cultivo da alegria da
Riqueza cultivável que nenhum bem material pode ser
Cultivado igual ao adquirir educação; o dedicar-se e o
Aperfeiçoar-se cada vez mais na amizade, na igualdade,
No procurar obter e conservar a poíítica do bom
Relacionamento; e educar e desenvolver pelo exercício
E pelo estudo, exercer a agricultura geral, como preparar
A terra para que ela produza; fazer que nasça e se
Desenvolva uma planta tal ao bom agricultor e quanto
Ao sentimento culposo, por não ter feito nada, quanto ao
Ser em que há culpa, ao ente culpável, em que que se faz
Lanar a declaração de culpado, o confessar-se e ao
Declarar-se, por acusar e cair em tentação e ao culpar
A si próprio pela imperfeição, estender ao perdão, ao
Criminoso, à culpabilidade por causa de um mal; a
Responsabilidade pelo pecado, a falha pelo erro, a
Imprudência , a imperícia, mesmo sem a intenção
Dolosa de que resulta dano, ou prejuízo a outrem; a
Falta voluntária por cumprimento de obrigação, qualquer
Violação de um dever jurídico: perdoai-nos Senhor, pois
Realmente não sabemos o que fazer e muito menos
Procurar saber o que fazer; e nem a usar o culote, a
Calça própria para montaria, muito larga na parte
Superior e justa do joelho para baixo; faz-nos
Terminar de modo brilhante, culminar de modo mais
Elevado, chegar ao zênite culminante, na elevação
Máxima de um astro acima do horizonte; a culminância
Que a dedicação pode nos lançar, a deixar-nos aptos
A exercer o perfil de uma culminação totalmente
Celestial e divina, que em vida seria impossível atingir,
Pois o nosso tempero culinário, a nossa ação na cozinha,
Não condiz coma culinária que apresentamos na sala
Após o cozinhar; e aí é para aprender com o pensamento
Filosófico do trabalhador chinês, ou hindu, o cule que
Nunca leva tiro saído pela culatra, pelo fundo do cano da
Arma de fogo e nem pela parte posterior do canhão. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário