segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Respeito só à religião pregada por Jesus Cristo; BH, 01701102000; Publicado; BH, 01301202013.

Respeito só à religião pregada por Jesus Cristo, 
Sua cristanização, quando andava pelo mundo; a 
Ser o único cristianizador, a dar exemplo de como 
Se cristaniza e o que fazer para cristanizar, tornar
Cristão um homem; hoje, em nome da imagem de
Jesus Cristo crucificado, só vemos o comércio e a
Exploração e ninguém quer bancar e pagar pelos
Males e pelos pecados praticados pelos outros;
Hoje, o papo é outro, o religioso não tem mais
Critério; não tem mais aquilo que serve de norma
Para julgar, e a faculdade de diferenciar a verdade
Do erro, o raciocínio e o modo de apreciar coisas,
Ou pessoas; foi-se o tempo do comportamento
Criterioso, do que evidencia pensamento ajuizado,
Não passa na crítica, na apreciação minonciosa; e
Tudo transforma-se em conjunto de produções
Artísticas, literárias e científicas, a causar apreciação
Já desfavorável e a maldicência; o criticador das
Almas alheias, aquele que tem o hábito de menosprezar,
Ou dizer mal de alguém e de alguma coisa e ver pecado
E a mão de satanás em tudo, passa a ser o criticado; o
Que todo mundo criticar, quer examinar, a verificar a
Falta de perfeição e os defeitos dele; e agora o religioso
Atual, todo mundo quer analisar, dizer mal e censurar;
Virou criticastro reles e alvo criticável, alvo crítico
Perigoso e grave, aquele que exerce e que causa crise
No criticismo: sistema filosófico que procura determinar
Os limites da razão humana que sofre na crivação, que
Sofre no crivar, ao se deixar furar em muitos pontos;
Passar por crivo, por se encher de coisas tóxicas, deixar
Acumular gordura, sarapintar e perfurar o teor crível,
Que se pode ver e ainda é acreditável no ser humano;
Que a maioria não passa na peneira de arame e na
Parte do regador por onde saem os jatos d'água, fica
Retida, presa com espécie de bordado, um crochê de
Renda tecida com agulha especial, provida de farpa na
Ponta; crochê cromado, que tem cromo igual ao metal
Revestido de cromagem, ao revestir de uma camada
Cromática, na parte de combinar as cores ao cromar o
Crocodilo cromático; grande réptil carnívoro, natural das
Margens do Nilo, que tem relação com as cores e a
Escala musical composta de uma série de semitons,
Entre eles, o crocitar, o cantar e o piar do corvo e do
Urubu; e neste croqui, como esboço de desenho, ou 
Pintura, faço apenas uma representação gráfica de 
Uma tentativa de legar impressões, registrar desde a 
Cromatina, a substância que entra na formação celular,
Do núcleo da célula, a passar pelo cromatismo, a 
Recomposição da luz que atravessa corpos diáfanos;
Com a dispersão do cromo, metal cristalino, elemento
Químico de peso atômico 52, 01 e número atômico 24
E símbolo Cr; com impressão litográfica a cores, a 
Cromatilografia do cromossomo, corpo e filamento de 
Cromatina que contêm os fatores de nossa hereditariedade
Crônica, na narração histórica, segundo a ordem do tempo,
Do noticiário divulgado pela imprensa, rádio, ou televisão;
Artigo de jornal que aborda os fatos cotidianos tópicos, 
Peça literária em prosa de pequena extensão, a versar
Sobre o dia a dia, que dura há muito tempo, a inversa do
Mal que se prolonga, a percorrer lentamente os seus
Períodos, como o cronista crônico, que escreve na
Cronografia, no tratado das divisões do tempo, ou das
Datas históricas, o fato cronográfico relativo ao cronógrafo,
Aparelho que registra o momento exaro duma observação,
Ou a duração dum fenômeno de cronologia e do teorema
Cronológico que segue a cronometragem, o registrar com o
Cronômetro, a duração de um fato, de uma prova esportiva;
E cronometrar na medida do tempo e na cronometria da
Corrida da vida contra a morte, da luz contra as sombras,
Do bem contra o mal da verdade contra a mentira. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário