quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Peixe que sofre de diperofobia e de dipneusta; BH, 0140502001; Publicado: BH, 02901102013.

Peixe que sofre de diperofobia e de dipneusta 
E é da espécime dos dipneustas, subclasse dos 
Peixes que possuem brânquias e pulmões; dipnoico, 
Paranoico, com fobia de líquidos e designativo dos 
Peixes neuróticos, que respiram por guelras e pulmões
E que mesmo assim, morre afogado pela água;
Plantas de gênero acantáceas, é o dipteracanto, de sonho
Diptírico e a imaginação, tudo dotado de duas asas e o 
Pensamento cai, o elemento não sai, a reverberação pesa;
O simulacro é opaco, de chumbo oco, vácuo vazio, denso
De trevas, nariz entupido, sufoco do dipterígeo, de peixes
Que têm duas barbatanas, no dintel do universo, na verga
Do portal, superior de porta, ou de janela e cada um dos
Degraus laterais sobre que assentam as prateleiras da
Estante, dos dintéis colossais dos planetas orbitais; sol
Dinheiroso, rico poder, opulento de luz, seduz, grande e
Tão bem indeterminada porção, quantia vultuosa de calor,
Maior valor do que qualquer dinheirão e o dinheirame do
Mundo não paga oito minutos de viagem: e a dinheirada
Não é nada se tu dissesses: parei, fui e aí, homem, da 
Busca vaidosa pelo dinheiral, dingo selvagem, igual ao cão
Da Austrália; e aí, dinasta, portador do antigo título de 
Príncipes reinantes, pessoa partidária de uma dinastia,
Possuidora de nome a zelar, com que honra irá pagar, com
Que dinar? com unidade monetária da Argélia, Iraque,
Iuguslávia, Jordânia, Tunísia? com quantos dinares
Comprarás um raio de sol? e faz uso da dinamite, da 
Fábrica dinamitista, emprega o dinamiteiro como inimigo da
Humanidade: explodas os rios, as fontes, os regatos; 
Falta dinamismo à humanidade, a raça humana não é e 
Nem sabe ser dinamista, só o poder dinamiológico a move;
Só a paixão da dinamiologia, a fé pelo tratado das forças, é
A linguagem que ela entende e a usa para exterminar; e o
Aviso vem até através das dimissórias e das letra e cartas,
Pelas quais um prelado autoriza, ou a conferir ordens sacras,
Não tão sacras assim, a um diocesano daquele, vide nos
Tempos dos templos de Hitler, que depois de ter dividido no
Meio, de ter partido a espinha dorsal do povo judeu, dimidiato
Quis tão só exterminar, mear a vida desse povo, dividir os
Lares, dimidiar pais de filhos, o que não justifica o que os
Judeus fazem agora com os palestinos; que passam a vida em
Dimidiação, no trabalho e na defesa contra os ataques à 
Nação: deixo aqui nestes dímetros de versos gregos e de
Versos latinos, de duas medidas e quatro pés; a minha 
Indignação, sou por Yasser Arafat em qualquer situação e 
Meu pranto por ele é diluvioso, é muito abundante de águas 
De lágrimas; não é uma dimanação como o curso brando de 
Um fluído, uma emanação, com proveniência e derivação; o
Dimensório hoje do sofrimento do palestino, com as  
Dimensões dada por Israel, apoiado pelos USA; não dá para
Ser dimensível, não é mensurável em termos normais: é
Preciso parar antes que seja dinamante e muito mais  
Derivante, para uma violência de proporção maior; é preciso
Parar, parar de diluviar, de chover copiosamente, esta 
Torrente de palavras desconexas; este diluvial sem razão, a 
Chegar o dilúculo de dimetilbenzeno, o crepúsculo matutino
Xilênio, alvorada da cor de xileno, espero vir junto a paz boa
E dilucular que, torna-me mais claro, torna-me mais lúcido e 
Dilúcido como a dilogia; e a repetição marcante da diáfora que
Nos fará lembrar sempre e jamais deixar esquecer e aumentar
O dilucidamento do nosso ser junto com o esclarecimento da 
Nossa alma: e preciso saber e por fim ao dilemático do meu
Espírito; não quero carregar nada no espírito relativo a dilema,
Meu espírito não pode ser o que encerra dilema e sim amor,
Estima e afeição eterna e infinita dileção; igual ao "magister
Dixit", o mestre disse: "frase da escola medieval onde a
Palavra do professor não podia ser contrariada;" e eu sempre
"Lato sensu," em sentido lato, amplo e que se opões a 
"Stricto sensu", segundo o"loco citato", na passagem sitada 
De um livro; o dilépido, que tem só duas escamas e é lépido,
Dilatador, que serve e é próprio para dilatar, a ação do que 
Não é dilapidador; esbanjador de energia, gastador dos 
Elementos, apedrejador da cultura com apedrejamento 
Literal do intelectual; roubo da obra alheia e esbanjamento
Da qualidade da arte, desbaratamento da mensagem e lição,
Dilapidação que mantém a ignorância, a bruteza do espatifador
Das esculturas, dilacerador natural, laceração das carnes; e 
Despedaçamento dos ossos e dilaceração dos nervos, com 
Rompimento dos tendões, articulações e juntas; e com o
Afastamento das causas, digressão das reverberações,
Desvio de conduta no digresso, no caminho que se afasta
Digressivo cada vez mais, do passado, do presente e do 
Futuro, ao digressionar para o ausente; fazer as digressões
E passear nas escuridões, a romper o digrama, o grupo de
Duas letras, que representa um único som, ou articulação; a 
Quebrar o dígrafo, a deixar órfão o fonema, pois quero 
A palha na manhã ao passo da serra.


Nenhum comentário:

Postar um comentário