segunda-feira, 28 de abril de 2014

A situação está precária; BH, 02101202013.

A situação está precária
E há quem a deteriore mais,
Há quem prefira piorá-la;
A situação está caótica,
Periclitante mesmo
E há quem prefere não ajudar,
Para melhorá-la;
E há quem prefere detonar,
Bombardear para acabar de ruir,
Para colocar em escombros,
Em entulhos,
O que está em cacos;
E não há mais como melhorar,
Daqui para a frente,
É piorar cada vez mais;
Cada vez mais intrigas
E difamações,
Cada vez mais injúrias;
E parece que há quem encontre
Satisfação no esfacelamento;
Parece que há quem tenha prazer,
Ou é doença,
Numa falta de harmonia;
Acabou-se a irmandade
E todos dizemos que somos racionais
E pensantes e só os outros que não;
Acabou-se o que era doce
E já estava azedo há muito tempo;
E a tendência é piorar,
Não há mais tempo para colocar
As coisas nos lugares;
Mais alguns anos e adeus,
Todos ao pó,
Ou ao léu,
Ou ao limbo;
Há os que pensam que virarão santos,
É um direito;
E há os que pensam que não virarão,
O que também é um direito;
Mas a situação está fora de controle,
Nada mais se pode fazer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário