terça-feira, 29 de abril de 2014

Penso que seja passional; BH, 070801202013.

Penso que seja passional,
Patético e peripatético,
Mas só na escrita,
Abarrotada de sentimentalismo;
Penso que seja muito sentimental,
Apaixonado por tudo que escrevo;
E ponho junto os meus sentimentos,
O que deve ser o maior erro da minha vida;
É que não sei usar a razão,
O cálculo frio e a lógica de gelo;
Não sei usar a frieza,
O raciocínio do pensamento pragmático
E a ideia de resultado;
E espero demais pelo que não vai acontecer,
Espero pelo sonho que não será realizado,
Não tenho a sabedoria de fazer a hora acontecer;
E estas minhas letras sagradas, ou profanas,
Estas minhas palavras consagradas, ou pagãs,
Estas escritas santificadas, ou malditas,
Estarão aqui;
Evaporarei ao sabor dum minuano bendito,
Não importa-me a origem
E jamais me importará o destino;
Serei bem-vindo,
Não serei bem-vindo;
E não serei bem-aventurado,
Ou serei bem-aventurado;
Descobrirei o que irá acontecer,
Ou não descobrirei o que irá acontecer;
Estas letras são mágicas para mim,
Estas palavras são senhas,
São até abençoadas,
Proferidas por minha boca,
Ao som da minha voz;
E gravadas com o meu sangue,
Nestas páginas de pedras lapidadas,
Pelo labor do tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário