quarta-feira, 29 de novembro de 2017

E nunca falei de amor a ninguém; Publicado: BH, 0180802013.

E nunca falei de amor a ninguém,
Nunca beijei e nunca amei;
Não tenho ninguém
E não tenho amor;
Tenho medo de amar,
Não sei viver
E nem sei existir
E nem sei ser;
Quando chega a noite,
Sempre sozinho,
Esquecido no canto da vida,
Entre as quatro paredes do meu quarto;
Lá fora o mundo vive,
Lá fora o mundo existe,
Lá fora o mundo ama;
E não faço falta ao mundo,
Sou uma figura mesquinha,
Uma migalha de carne,
Que vive na ilusão,
A correr loucamente atrás do amor;
Com a língua para fora,
A suar sangue,
Com medo do sangue,
Com medo de morrer,
Sem conhecer o amor
E sem fazer o amor;
Mas tenho que acostumar
E aprender a viver,
Perder o medo de amar
E aprender a ser. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário